RADAR INFOMONEY Vale divulga plano para 2021 no Vale Day e produção de minério de ferro decepciona; assista ao programa desta 4ª

Vale divulga plano para 2021 no Vale Day e produção de minério de ferro decepciona; assista ao programa desta 4ª

R$ 331 bilhões de dívida

Alvaro Dias: dívida da Petrobras é mistura tóxica de incompetência, má gestão e corrupção

O parlamentar afirmou que se o governo de Dilma Rousseff tivesse tomado providências no devido tempo, hoje a empresa não estaria na condição de ser a mais endividada do mundo

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

Um dia depois da publicação do balanço de 2014 da Petrobras (PETR3;PETR4), o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) lamentou a inação governamental que levou a empresa pública a amargar um prejuízo de R$ 21,6 bilhões. O parlamentar afirmou que se o governo de Dilma Rousseff tivesse tomado providências no devido tempo, hoje a empresa não estaria na condição de ser a mais endividada do mundo.

Ele se referiu à cifra de R$ 351 bilhões de dívida bruta, com alta de 31% no ano, que a Petrobras agora registra, num patamar muitíssimo acima das concorrentes em todo o mundo.

Alvaro Dias expressou seu desejo de que a Petrobras seja recolocada nos trilhos da eficiência técnica, mas seu discurso foi marcado por críticas à má gestão. Lendo um documento do Instituto Teotônio Vilela, órgão de formação política do PSDB, o senador assim definiu o balanço da Petrobras.

Aprenda a investir na bolsa

– É a melhor expressão da mistura tóxica de incompetência, má gestão e corrupção que envolveu a atuação da empresa nos últimos 12 anos. Suas perdas bilionárias ocorreram principalmente no tempo em que a hoje presidente da República chefiava seu conselho de administração.