Ressuscitando partido

Aliados de Kassab pedem ao TSE a recriação do PL e acirra os ânimos entre partidos

Isso porque se a sigla conseguir o registro, há esperanças de que Gilberto Kassab consiga a fusão do seu PSD com o PL

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) recebeu ontem um pedido de registro do estatuto, do programa e do órgão de direção nacional do PL (Partido Liberal) por meio de aliados do ministro das cidades Gilberto Kassab. Esta ação é uma das principais fontes de conflito entre o PMDB e o Palácio do Planalto.

Isso porque se a sigla conseguir o registro, há esperanças de que Gilberto Kassab consiga a fusão do seu PSD com o PL. O ministro das Cidades conseguiria levar ao PSD parlamentares que perderiam o cargo se fosse feita uma migração direta. 

Integrantes do PMDB, incluindo os presidentes da Câmara Eduardo Cunha e do Senado Renan Calheiros acusam o Planalto e Kassab de tentar recriar o PL para atrair integrantes do PMDB e da oposição para a antiga nova legenda. 

PUBLICIDADE

Cabe lembrar que a presidente Dilma sancionou, com dois vetos, a Lei 13.107, sobre a fusão dos partidos e estabelece, entre outros pontos, que o tempo mínimo de cinco anos de existência para que as legendas possam se fundir. Desta forma, segundo os congressistas, é evitar a criação de siglas apenas para driblar uma das regras da fidelidade partidária, o que ficou conhecido como a “Lei anti Kassab”.