Aliado será o relator de processos contra Renan Calheiros no Conselho

Terceira e quarta representações terão Almeida Lima como relator, que pediu arquivamento do primeiro processo

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O presidente do Conselho de Ética, Leomar Quintanilha, anunciou nesta segunda-feira (1) o senador Almeida Lima como o relator de duas representações contra o presidente da Casa, Renan Calheiros, que ainda aguardam investigações no órgão.

A possibilidade de reunir os três processos que ainda tramitam contra Renan havia sido levantada pela bancada do PT. No entanto, Quintanilha decidiu unificar somente a terceira e quarta representações contra o senador, já que o segundo processo deve ser paralisado.

Na terceira denúncia, Renan é acusado de usar laranjas para a compra de um grupo de comunicação em Alagoas, enquanto na última representação o senador é acusado de integrar um esquema de desvio de dinheiro em ministérios comandados pelo PMDB.

Aliado de Renan

PUBLICIDADE

Almeida Lima é um dos principais aliados de Renan Calheiros. No primeiro processo, quando o senador foi absolvido pelo plenário da acusação de que teria pagado despesas pessoais com recursos da empreiteira Mendes Júnior, Lima era um dos três relatores do caso.

Apesar do parecer do Conselho de Ética favorável à cassação, o relator apresentou voto em separado, pedindo a absolvição do presidente da Casa por meio do arquivamento da representação.