Novas delações

Além do dono da OAS, Marcelo Odebrecht já negocia delação premiada, diz O Globo

Segundo o jornal, Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro querem se colocar à disposição dos procuradores para delatar o que sabem sobre a corrupção na Petrobras e em outras áreas da administração pública

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com informações do jornal O Globo, os empresários Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro, que comandavam a Odebrecht e a OAS, estão fechando um acordo para começar a negociar colaboração premiada com a força-tarefa do MPF (Ministério Público Federal) à frente das investigações da Operação Lava Jato. O jornal aponta que eles estão negociando entre si como será a delação. 

Segundo o jornal, Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro querem se colocar à disposição dos procuradores para delatar o que sabem sobre a corrupção na Petrobras e em outras áreas da administração pública, pretendendo receber de volta os benefícios previstos em lei, assim como outros réus da Lava Jato. 

Conforme informa o jornal, um dos objetivos da decisão dos donos da Odebrecht e da OAS é salvar as duas empresas de prejuízos irreversíveis ou até mesmo da bancarrota. Uma ação simultânea entre as duas empreiteiras reduziria os riscos. A delação dos dois empresários poderia ser explosiva disso acontecer.

Aprenda a investir na bolsa

Na semana passada, a Folha de S. Paulo informou que o  empresário Léo Pinheiro, ex-presidente e sócio da empreiteira OAS, decidiu fazer um acordo de delação premiada dentro da Operação Lava Jato. 

InfoMoney faz atualização EXTRAORDINÁRIA na Carteira Recomendada; confira

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa