Alckmin recua 7,5 pontos em pesquisa de opinião do Instituto Sensus

Levantamento aponta aumento da rejeição ao candidato tucano; caso eleição fosse hoje, Lula venceria no primeiro turno

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em pesquisa de opinião divulgada nesta terça-feira (08), o Instituto Sensus apontou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ampliou sua vantagem sobre o candidato da oposição Geraldo Alckmin (PSDB).

Alckmin caiu 7,5 pontos, ficando com 19,7 pontos percentuais das intenções de voto entre os meses de julho e agosto. Por outro lado, Lula cresceu 3,8% durante o mesmo período.

Ainda de acordo com o levantamento, se a eleição ocorresse hoje, Lula venceria no primeiro turno com 60,5% dos votos válidos, contra 24,9% de Alckmin e 11,7% de Heloísa Helena (PSOL).

PT também vence no segundo turno

Aprenda a investir na bolsa

Outro fato apontado pela pesquisa é a derrota do candidato tucano em um eventual segundo turno. Nessa hipótese, Lula teria 52,5% das intenções de votos enquanto Geraldo ficaria com 29,8%.

Segundo Ricardo Guedes, presidente do Instituto Sensus, a queda de Alckmin pode ser explicada por três fatores: o fraco desempenho do candidato durante suas aparições na mídia; a expectativa dos eleitores de que ele não vencerá as eleições e os ataques do PCC em São Paulo.

Rejeição aumenta

Vale lembrar que, segundo a pesquisa, o índice de rejeição individual de Geraldo Alckmin aumentou de 35,8% para 37,6%. Já em relação ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva a rejeição diminuiu, caindo de 32,4% para 27%.

O índice de rejeição individual representa a parcela de eleitores que não votaria em um determinado candidato sob nenhuma hipótese.