Política

Alckmin monta equipe para preparar disputa pela presidência em 2018, diz jornal

Segundo informações da Folha de S. Paulo, ele montou uma equipe para auxiliá-lo na elaboração de um discurso nacional e de um programa de governo para a disputa de 2018

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Apesar de ainda estarmos longe de 2018, o atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), parece que já está começando a se preparar para disputar a presidência novamente. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, ele agora montou uma equipe para auxiliá-lo na elaboração de um discurso nacional e de um programa de governo para a disputa de 2018.

De acordo com a publicação, Alckmin montou um grupo para análise da atual conjuntura nacional e estrutura um plano com medidas e propostas de sua gestão que possam ser adotadas em todo o país. A equipe é formada por secretários estaduais e deputados federais de São Paulo e tem promovido jantares na capital paulista para discutir o cenário político.

Entre os integrantes do grupo estão o vice-governador Márcio França, os secretários Edson Aparecido (Casa Civil), Duarte Nogueira (Transportes) e Rodrigo Garcia (Habitação), e também o secretário-geral nacional do PSDB, Sílvio Torres. A Folha afirma que a avaliação desta equipe é que caso o tucano termine o atual mandato com aprovação em alta, sua gestão estadual poderá servir de credencial para uma candidatura ao Palácio do Planalto.

Aprenda a investir na bolsa

Para isso, o presidente do PSDB em São Paulo, Pedro Tobias já está correndo atrás de estudos para colaborar com a montagem deste projeto. “Ele [Pedro Tobias] me convidou […] para eu montar um projeto de segurança pública para o governador para 2018, se ele for candidato”, disse à Folha o secretário da segurança pública, Alexandre de Moraes, que se reuniu em junho com o dirigente tucano.

“O objetivo é ajudar o governador, dentro do meu limite, a viabilizar uma candidatura caso ele seja candidato”, explicou Pedro Tobias, que em junho lançou a candidatura presidencial do governador na convenção estadual do partido.