Doleiro

Alberto Youssef tem alta e retorna para carceragem da PF em Curitiba

Doleiro que supostamente disse que Lula e Dilma sabiam do esquema de pagamento de propina usando dinheiro da Petrobras que movimentou mais de R$ 10 bilhões negou boatos de envenenamento

arrow_forwardMais sobre

Internado em um hospital de Curitiba desde a tarde de sábado (25), após um episódio de síncope (perda rápida da consciência), o doleiro Alberto Youssef recebeu alta hoje (29) pela manhã e foi levado para a carceragem da Polícia Federal (PF), também na capital paranaense.

De acordo com boletim médico do Hospital Santa Cruz, Youssef deixou o local por volta de 8h30. Foi a terceira vez que ele precisou de atendimento médico desde que foi preso pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal (PF), em março. Ainda no sábado, a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba negou boatos de que ele tivesse sido envenenado.

O doleiro é acusado de participar de um esquema de desvio de recursos públicos da Petrobras, pagamento de propina a agentes políticos e lavagem de dinheiro. Segundo a PF, o esquema movimentou mais de R$ 10 bilhões.

PUBLICIDADE