Segundo O Globo

Agora “engajado” no impeachment, Renan diz a Temer que Dilma não volta

Segundo o jornal O Globo, no jantar realizado na noite da última terça-feira, o presidente do Senado teria deixado seu correligionário ainda mais otimista com as crescentes chances de permanecer na presidência da República

SÃO PAULO – Antes mais frio com a pauta do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) tem dado sinais ao presidente interino, Michel Temer, de estar envolvido nas negociações para que a petista não volte ao comando do país. Segundo informações do jornal O Globo, no jantar realizado na noite da última terça-feira do qual também participou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), Renan teria deixado Temer ainda mais otimista com as crescentes chances de permanecer no cargo.

O peemedebista teria se mostrado “engajado” na aprovação do impeachment e até fez uma conta de que Temer teria cerca de 60 votos favoráveis, na medida em que três nomes tidos como indecisos — Romário (PSB-RJ), Cristovam Buarque (PPS-DF) e Otto Alencar (PSD-BA) — migravam a favor do impedimento de Dilma.

As relações entre os dois históricos desafetos dentro do PMDB têm mostrado melhora, na medida em que o presidente evita tensões por conta da votação do impeachment ainda depender do Senado, e o comandante da casa por visualizar possibilidade de fortalecimento político — ou até maior poder para enfrentar as acusações de que é alvo.

PUBLICIDADE