Protesto do dia 16

Aécio pede fim da corrupção em cima do trio elétrico; líder do MBL ironiza participação

“Chega de tanta corrupção, o meu partido é o Brasil”, disse Aécio em cima de um trio elétrico

arrow_forwardMais sobre

No final da manhã deste domingo, manifestantes contra a presidente Dilma Rousseff e o PT participaram de ato na Praça da Liberdade, em Belo Horizonte. 

Entre os destaques, o senador Aécio Neves (PSDB), candidato derrotado na campanha presidencial de 2014, participou do protesto anti-Dilma pela primeira vez. 

“Chega de tanta corrupção, o meu partido é o Brasil”, disse Aécio em cima de um trio elétrico. Ele cantou o hino nacional e foi ovacionado pela multidão que gritou: “Aécio, Aécio”.

PUBLICIDADE

“O Brasil despertou. É o povo na rua que vai permitir a superação da crise. Não é este governo, que não tem mais autoridade, nem credibilidade. Estou emocionado de ver este despertar dos brasileiros. Portanto, mais do que nunca, nós estamos juntos”.

Ele ainda afirmou que a manifestação é apartidária e, sobre sua candidatura caso a presidente saia prematuramente, disse que “candidatura não é projeto pessoal, eu tenho disposição de impedir que este governo continue fazendo tanto mal aos brasileiros”.

Por outro lado, o líder do Movimento Brasil Livre, Kim Kataguiri, ironizou o fato do senador ter subido em um carro do MBL em Belo Horizonte.

“Aécio subiu no nosso caminhão em Belo Horizonte. Como pode? Xingamos tanto ele…” O MBL passou a fazer críticas contundentes ao PSDB depois que o partido recuou da estratégia do impeachment. “O TSE pode demorar anos, o TCU está se arrastando. O impeachment é mais rápido”, disse.