Eleições 2014

Aécio Neves desbanca Dilma Rousseff em MG, mas leva goleada em RJ

Acompanhe o apanhado das pesquisas Ibope divulgadas nesta quinta: em Minas, Aécio detém 41% da intenção dos votos, enquanto Dilma daria goleada em Aécio com 35% contra 15%

SÃO PAULO – Nesta quinta-feira (31) foram divulgados os resultados das pesquisas Ibope de 4 estados, dentre eles São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Minas Gerais, além do Distrito Federal. Em um apanhado das pesquisas, os principais dados revelam que Aécio Neves (PSDB) desbancaria Dilma Rousseff (PT) em Minas Gerais, porém levaria goleada da candidata petista no Rio de Janeiro, perdendo com apenas 15% das intenções de voto, enquanto Dilma registra 35%. Em Pernambuco, o nome de Aécio Neves é o que possui menor aprovação popular, registrando apenas 6%.

São Paulo: ponto para Dilma 
No Estado de São Paulo, a pesquisa Ibope, realizada entre 26 e 28 de julho, entrevistou 1.512 pessoas em 78 municípios; destas, 30% das intenções de voto vão para a atual presidente da República Dilma Rousseff, enquanto 25% dos que foram escutados apoiam Aécio Neves, e 6% apoiam Eduardo Campos (PSB), sendo que a margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos.

Ainda em São Paulo, o índice de rejeição de Dilma é de 60%. Na avaliação do governo da petista, 25% dos eleitores acreditam que a gestão de Dilma é ótima ou boa, enquanto 30% avaliam que o trabalho da presidente é regular. Para 44%, o governo é ruim ou péssimo.

PUBLICIDADE

Distrito Federal: disputa acirrada
Enquanto em São Paulo a presidente Dilma Rousseff lidera com certa folga o resultado das pesquisas, no Distrito Federal a disputa fica apertada, com Aécio tendo 27% das intenções de voto, enquanto a candidata petista apresenta 26% de apoio popular. Eduardo Campos aparece com 11% das intenções, apresentando resultado um pouco melhor que o registrado em SP. A pesquisa envolveu 1.204 entrevistados. 

Questionados sobre como o eleitor classifica a administração de Dilma até o momento, 37% responderam regular e 24% péssima. Ótima ficou com 4% e boa 19%. Dos pesquisados, 2% não souberam responder. Já sobre a aprovação do governo, 33% disseram que aprovam a maneira como a presidente está governando o Brasil, enquanto 58% desaprovam. Os 9% restantes não souberam responder.

Pernambuco: cenário discrepante 
O cenário mais diferente do restante do País, está com Pernambuco, onde Dilma Rousseff empataria intenções de votos com Eduardo Campos; a candidata petista tem 41% das intenções de voto, enquanto o ex-governador tem 37%, lembrando que a margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. Para Aécio Neves, a aprovação popular foi de 6%. A pesquisa ouviu 1.204 eleitores e definiu que 34% dos entrevistados consideram o governo de Dilma regular, 28% acreditam que a administração atual é boa, enquanto 10% acreditam que o governo da candidata petista é ótimo. 

Entre os entrevistados também, 57% aprovam a presidente Dilma governando o País, enquanto apenas 39% desaprovam.

Minas Gerais: Aécio desbancando Dilma 
No estado mineiro, Aécio desbanca a candidata do PT com 41% das intenções de voto, enquanto Dilma detém 31% do apoio popular e Campos apresenta 5%. A pesquisa contou com 1.512 entrevistados em 91 municípios, com margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Em Minas, 45% dos entrevistados apoiam o governo de Dilma, enquanto a rejeição atingiu 51% dos ouvidos na pesquisa.

Na avaliação do governo, 34% acreditam que a presidente administra de maneira boa ou ótima, enquanto 30% o consideram regular e 35% acham ruim ou péssimo o governo da atual presidente.

Rio de Janeiro: goleada de Dilma
A situação mais positiva para o atual governo está no Estado do Rio de Janeiro, onde a presidente Dilma tem 35% das intenções de voto, enquanto Aécio possui apenas 15%, e Campos mantém a média de 5% de aprovação.  Durante a pesquisa, foram entrevistadas 1.204 pessoas, lembrando que a margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Dentre os entrevistados, 41% aprova o governo de Dilma e 54% rejeita, mesmo com a atual presidente liderando os dados da pesquisa.

Na avaliação do governo Dilma, 25% acredita que a atual administração é ótima ou boa, enquanto 38% acha regular e 36% acredita que o governo está ruim ou péssimo.