RADAR INFOMONEY Programa desta quarta fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Programa desta quarta fala sobre a fusão entre Localiza e Unidas e a disparada das ações do IRB - será que o jogo virou para a empresa na Bolsa?

Eleições

Aécio lança cartilha com diretrizes para campanha e ataca atual governo

Tucano defendeu mudanças em setores como economia e gestão de Estado com cartilha de slogan "Para mudar de verdade o Brasil"

SÃO PAULO – O senador Aécio Neves lançou nesta terça-feira (17) uma cartilha com 12 diretrizes que devem nortear o programa do PSDB durante a campanha eleitoral para 2014. O discurso do tucano e provável candidato à presidência teve como foco o slogan desta nova campanha: “Para mudar de verdade o Brasil”.

Segundo o Broadcast, da Agência Estado, durante 40 minutos de evento, Aécio atacou o atual governo de Dilma Rousseff, defendendo mudanças em setores como economia, gestão do Estado, além de fazer defesa do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. “Queremos ir além, falar de eficiência, planejamento, algo absolutamente distante da realidade daqueles que hoje governam”, afirmou o tucano.

Para Aécio, há 10 anos o Brasil despontava como País do desenvolvimento, e “hoje está no final da fila”. O político ainda defendeu o que chamou de “reestatização” de empresas como Petrobras e Banco do Brasil. “O que o meu partido quer é reestatizar essas empresas, tirá-las das garras de um partido político para devolver à sociedade brasileira”, concluiu.

PUBLICIDADE

Sobre o Bolsa Família, Aécio afirmou que: “… vamos lá na sua origem. O Bolsa Família não pode, como faz crer o PT, ser o ponto de chegada. Para nós é apenas o ponto de partida.

Os 12 pontos destacados pela cartilha: compromisso com a ética; recuperação de credibilidade; Estado eficiente; educação de qualidade; superação da pobreza; segurança pública; mais saúde; cuidado, investimento e gestão; nação solidária; meio ambiente e sustentabilidade; agenda da produtividade; agropecuária; e política externa.