Mudando rumo

Aécio já avalia mudanças de estratégias de campanha com entrada de Marina na disputa

Presidenciável pelo PSDB convocou reunião para fazer mudanças, uma vez Marina ganharia votos em estados-chave para o partido e Dilma ampliaria presença no Nordeste

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Apesar de não mostrar publicamente preocupação com a candidatura de Marina Silva à presidência pelo PSB, oficializada ontem à noite, Aécio Neves (PSDB) convocou uma reunião com a cúpula de seu partido para avaliar o novo cenário eleitoral.

Conforme ressaltou a Folha de S. Paulo, Fernando Henrique Cardoso e o governador Geraldo Alckmin estiveram com Aécio ontem para discutir a corrida presidencial. Desde o início da semana, o partido vem monitorando os números dos presidenciáveis com Marina na disputa, constatando que a ex-senadora vem ganhando espaço em estados-chave para os tucanos, como São Paulo, mas quem estaria perdendo mais é a candidata petista Dilma Rousseff. 

Apesar de destacarem que não há desânimo no PSDB, o partido resolveu ampliar o envio de materiais publicitários no norte e nordeste e com a avaliação de que a sua agenda precisa priorizar estas regiões.

Aprenda a investir na bolsa

A expectativa era de que, com Eduardo Campos (morto em acidente aéreo no último dia 13), houvesse menos votos do nordeste para Dilma, uma vez que ele era governador de Pernambuco. Agora, o temor é de que Dilma tenha uma larga vantagem na região, como em 2010.