Novas críticas

Aécio diz que PT faz Brasil refém e que “zomba da inteligência dos brasileiros”

"Não bastasse toda a manipulação da verdade ocorrida na campanha eleitoral, o partido demonstra que não é só na eleição que está disposto a fazer o diabo para manter os seus interesses", afirmou

SÃO PAULO – Em sua página no Facebook, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) fez novas críticas bastante contundentes sobre o governo petista e disse que o “ Brasil está refém dos interesses, conveniências e da falta de compromisso do PT com o País e com a realidade” e ainda disse que o partido “continua zombando da inteligência dos brasileiros”.

Não bastasse toda a manipulação da verdade ocorrida na campanha eleitoral, o partido demonstra que não é só na eleição que está disposto a fazer o diabo para manter os seus interesses”.

Esta declaração foi feita após a aprovação do projeto de lei que muda o cálculo do superávit primário, que gerou tumulto e discussões entre a base aliada do governo e a oposição. O projeto, na prática, tira do governo a responsabilidade de cumprir qualquer meta de economia para pagamento de juros neste ano. 

PUBLICIDADE

Aécio ainda afirmou que ” a oposição continuará lutando com todas as armas para impedir e denunciar as violências que estão sendo praticadas e conta com a mobilização e a consciência de cada brasileiro e brasileira de bem”.

Confira a declaração na íntegra:  

O Brasil está refém dos interesses, conveniências e da falta de compromisso do PT com o País e com a realidade.

Não bastasse toda a manipulação da verdade ocorrida na campanha eleitoral, o partido demonstra que não é só na eleição que está disposto a fazer o diabo para manter os seus interesses.

O governo federal volta a desmentir a candidata Dilma ao aumentar mais uma vez a taxa de juros, contradizendo tudo o que a candidata prometeu em sua campanha e colocando a presidente na obrigação moral de criticar o Banco Central ou reconhecer que, deliberadamente, faltou com a verdade com seus eleitores.

São palavras da candidata Dilma em debate da Record: “O senhor vai elevar a taxa de juros, como já fizeram antes, porque este é o seu receituário, o cozinheiro é o mesmo, a receita é a mesma: recessão, recessão. E o resultado é o mesmo: desemprego, arrocho salarial e altas taxas de juros.” Um mês depois, a presidente Dilma já elevou a taxa de juros em 0,75 ponto.

PUBLICIDADE

O PT continua zombando da inteligência dos brasileiros, tentando esconder da opinião pública a gravidade dos atos que patrocina no Congresso, e ainda tem a coragem de chamar de golpistas os brasileiros que defendem o cumprimento das leis.

Além de agredir a Constituição e derrubar um dos pilares da Lei de Responsabilidade Fiscal, o governo do PT dá ao país sucessivos exemplos de que as leis não são para todos.

Ao anunciar as novas medidas, a presidente Dilma não se incomoda sequer em desautorizar e expor ao constrangimento público os novos ministros da área econômica, que prometeram ao Brasil rigor e transparência nas contas públicas.

A esse triste cenário de manipulação e violência constitucional, soma-se agora uma nova e estarrecedora informação de que parte do dinheiro da corrupção da Petrobras foi usada em contribuições feitas ao PT à época das eleições presidenciais de 2010. Trata-se de uma denúncia que confirma a importância de uma profunda investigação, já que levanta novas suspeitas sobre a possibilidade de financiamento de atividades partidárias por uma organização criminosa.

A oposição continuará lutando com todas as armas para impedir e denunciar as violências que estão sendo praticadas e conta com a mobilização e a consciência de cada brasileiro e brasileira de bem.