Copa e Política

Aécio diz que Dilma vai “pagar caro” pelo uso político da Copa

Candidato do PSDB à presidência afirmou que Dilma sofrerá as consequências por ter "misturado as coisas"

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O candidato do PSDB à Presidência, o senador mineiro Aécio Neves, afirmou ontem que o governo federal vai “pagar o preço” pela eliminação da seleção canarinho na Copa após tentar “se apropriar de um evento que é de todos os brasileiros”.

Aécio disse que a Copa do Mundo é uma coisa, eleição é outra. “O governo da presidente Dilma é que, infelizmente, a cada momento, tem uma reação diferente. Quando vieram as manifestações, ela não tinha nada a ver com Copa do Mundo. Quando a Copa dá certo, parecia até que era ela a artilheira da Seleção”, disse. O tucano destacou que nunca “misturou as coisas”.

Aqueles que esperavam fazer da Copa do Mundo, como disse a presidente, uma belezura para influenciar nas eleições, vão se frustrar”, disse Aécio. Dilma usou o termo “belezura” na última segunda-feira, em conversa com usuários do Twitter. Uma internauta ressaltou que a Copa do Mundo estava uma “belezura, contra “tanto urubu agourento no caminho”, e a presidente respondeu: “Belezura mesmo. Azar dos urubus”.

Aprenda a investir na bolsa

Até agora, a presidente vinha se aproveitando da onda de otimismo espalhada no País pela Copa. Mas agora, segundo a Folha, o Planalto admite que a derrota pode afetar a campanha de Dilma. Assim, por enquanto, a estratégia adotada é de cautela.