Debate na Globo

Aécio “cutuca” Dilma e diz que ela não conhece o Congresso após erro em pergunta

Atual presidente se confundiu ao realizar um questionamento ao tucano, que além de corrigir a candidata também aproveitou para dar uma "alfinetada"

SÃO PAULO – Se o debate começou em tom de acusações, o principal momento do primeiro bloco ficou para um momento em que a presidente Dilma Rousseff (PT) se confundiu ao realizar uma pergunta sobre o Pronatec ao falar que Aécio Neves (PSDB) seria líder do FHC – e não do PSDB.

Ao iniciar sua resposta, o candidato tucano “brincou” com a petista sobre o erro, corrigindo-a. Porém, ele aproveitou o momento para dizer também que o erro dela seria normal, já que ela não conhece o Congresso Nacional. Neste momento os tucanos da plateia passaram a aplaudir, enquanto os petista iniciaram uma vaia, forçando o mediador William Bonner a intervir.

Voltando à pergunta, Dilma questionou Aécio sobre por que os tucanos “fizeram uma lei proibindo que o Governo Federal fizesse e mantivesse escolas técnicas”. “Por isso fizeram ao longo de oito anos só onze escolas técnicas”, completou a petista.

PUBLICIDADE

O tucano iniciou sua resposta destacando as realizações dos governos de seu partido, citando Geraldo Alckmin e José Serra, voltando a dizer que os programas do atual governo não foram criados pelos petistas. Confira a resposta completa de Aécio, a réplica e a tréplica:

“O Pronatec é um inspiração e é bom reconhecer isso, é um inspiração em programas como feito em São Paulo, as ETEC’s do governador Geraldo Alckmin, do governador José Serra cuja presença aqui hoje eu agradeço. A Pepe em Minas Gerais, o programa de ensino profissionalizante de Minas Gerais inspiraram o Pronatec, agora falta fiscalização, essa última semana as denúncias em relação ao Pronatec são graves, candidata. Em relação às estatísticas. Porque vocês contabilizam o aluno quando ele entra e se ele ficou ali uma semana ou duas semanas e depois saiu ele continua fazendo parte da estatística. Aliás, o seu governo é o governo das estatísticas, desde que elas lhes sejam favoráveis, candidata. Nós vamos aprimorar esses programas, aumentando a carga horária, mais de 70% desses cursos têm uma carga horária de cerca de 160 horas, venhamos e convenhamos em muito pouco para a formação mais adequada do aluno e eu quero mais, eu quero que o aluno freqüente o Pronatec mas complete seu ciclo de estudo no ensino médio, candidata, isso sim vai permitir o Brasil dar um avanço na educação. O Pronatec é uma etapa apenas de um processo muito mais complexo e que tem que ser muito mais ousado e ambicioso do que esse que tem o seu governo”.

Réplica de Dilma: “Candidato, o senhor não respondeu. Vocês em oito anos fizeram onze escolas técnicas federais. Nós, candidato, fizemos 422. O Lula, 214, e eu 208. O meu número é só 1600% maior que o que vocês fizeram em oito anos. Candidato, sabe por que fazer escolas técnicas foi importante? Porque ela é a base da parceria que nós fizemos com o sistema AS. O Pronatec é um ensino gratuito, e ele comporta tanto ensino técnico de nível médio quanto qualificação profissional. É gratuito, o material é didático gratuito, o transporte, e a merenda. Candidato, vocês jamais tiveram um programa dessa dimensão. Aliás, o programa de vocês são programas pilotos. Pequenos e fragmentados”.

Tréplica de Aécio: “Candidata, eu acho que mais do que esses números decorados, vamos falar de educação, que é o essencial. O Brasil inteiro está nos escutando hoje, o que esse governo fez para que a qualidade da educação pública no Brasil avançasse? Absolutamente nada. Em qualquer ranking internacional, candidata, é vergonhosa a posição do Brasil, inclusive em relação a nossos vizinhos. Eu, se puder vencer essas eleições e ser lembrado com uma marca, eu digo a todos os brasileiros que quero ser lembrado como o presidente que revolucionou a educação no Brasil. Vocês tiveram doze anos e nada aconteceu, eu governei Minas com orgulho, candidata, com oito anos, e levei Minas Gerais, não que não é o mais rico dos estados brasileiros, o segundo mais populoso, a ter a melhor educação fundamental do Brasil. E quem fez tem mais autoridade para dizer que vai fazer, candidata”.