Eleições

Aécio culpa Anac por uso irregular de aeroporto e descarta Barbosa em ministério

Segundo ele, há uma grande demora da Anac para fazer as homologações; perguntado se Joaquim Barbosa poderia ser ministro da Justiça, ele negou

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O candidato ao PSDB à presidência, Aécio Neves, culpou a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) pelo fato do aeroporto de Cláudio, em Minas Gerais, não ter sido homologado, ressaltando que há uma “grande demora” da Anac nesse processo.

Essa demora, segundo ele, teria feito com que ele usasse o aeroporto inadvertidamente a pista do aeroporto, construída na terra do seu tio-avô desapropriada em 2008, quando Aécio era governador. “O que há, na verdade, é uma grande demora da Anac para fazer essas homologações, e fui de forma inadvertida. Não me preocupei em saber se havia ou não homologação da pista. Se isso é um erro, eu assumo esse erro”, disse Aécio de acordo com a Folha de S. Paulo

Na última quarta-feira, após 10 dias sem se pronunciar sobre o caso, o candidato à presidência Aécio Neves admitiu ter pousado “algumas poucas vezes” no aeroporto de Cláudio. 

Aprenda a investir na bolsa

O candidato tucano teria gasto R$ 14 milhões em seu segundo mandato na obra, mas alega que o terreno de seu tio-avô fora desapropriado para o fim, mas até então dizia que o caso era “irrelevante”. Entretanto, ainda não havia chegado a responder se usa ou não a pista. 

No mesmo dia, de acordo com informações da Folha de S. Paulo, Aécio fez menção ao ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, afirmando que ele é um ministro exemplar. Contudo, ele negou o rumor de que o ex-STF estaria no comando do Ministério da Justiça, caso o mineiro vença as eleições.