Radar Político

Aécio cedeu avião de MG para celebridades; Odebrecht diz que Dilma “mentiu” e mais notícias

O noticiário do último final de semana foi bastante movimentado na política: entrevista de Paulo Roberto Costa para a Folha, notícia de que Lula teria sido "usado" por ex-primeiro ministro português preso e esposa do ex-presidente desistindo de triplex estão no radar

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – No último final de semana, o noticiário político foi bastante movimentado, tanto com notícias sobre o governo quanto sobre a oposição. Confira abaixo as principais notícias que agitaram o final de semana:

Lula teria sido “usado” por ex-primeiro ministro português preso
Em destaque, está a notícia do jornal português “Observador” e que repercutiu na Folha de S. Paulo de que autoridades de Portugal estão investigando indícios de que o ex-primeiro-ministro português José Sócrates, preso em 2014 em meio a suspeitas de corrupção e lavagem de dinheiro, tenha utilizando sua influência junto ao ex-presidente Lula para beneficiar uma empresa em negócios com o Ministério da Saúde brasileiro.

A reportagem destaca que o DCIAP (Departamento Central de Investigação e Ação Penal) português suspeita que o ex-primeiro-ministro tenha tentado praticar tráfico de influência internacional.

Aprenda a investir na bolsa

De 2013 até novembro de 2014, quando Sócrates foi preso no âmbito da Operação Marquês, o ex-primeiro-ministro atuou como consultor para a América Latina da Octapharma. A empresa, de origem suíça, é uma das maiores produtoras de hemoderivados do mundo.

Neste período, em que era o contato da Octopharma com as autoridades brasileiras, segundo apontado pela investigação, Sócrates encontrou com o ex-presidente Lula e com ex-ministros da Saúde brasileiros com o objetivos de obter vantagens para a empresa.

Um dos encontros citados foi entre Sócrates e o ex-ministro da Saúde José Gomes Temporão (2007-2010), realizado em setembro de 2014. Nessa reunião, no Rio, teriam tratado da participação da Octopharma na parceria entre Hemobrás e Butantan. 

Ao jornal Folha de S. Paulo, o Ministério da Saúde, que mantém contratos com a Octapharma desde pelo menos 2002, de acordo com o Portal da Transparência do governo federal, informou que “segue rigorosamente a legislação de compras públicas”, negando ter sofrido influência.

Aécio cedeu avião de Minas a políticos e celebridades, diz Folha
A mesma Folha de S. Paulo fez reportagem destacando que aeronaves do Estado de Minas Gerais foram utilizadas para o deslocamento de políticos, celebridades e empresários ligados a Aécio Neves, durante seu governo (2003-2010).  A reportagem teve acesso aos registros do Gabinete Militar de Minas Gerais, que atestam que as viagens foram feitas a pedido do tucano.

Nos oito anos de governo Aécio, houve 198 voos sem autoridades oficiais a bordo. Com Anastasia, foram 60 voos sem o governador ou ou autoridades cuja legislação autoriza o voo.

PUBLICIDADE

Dentre os passageiros da aeronave, estiveram, em 2010,  Roberto Civita, ex-presidente da Abril, já falecido, e sua esposa Maria Antonia, que visitaram o Museu de Inhotim, no interior de Minas Gerais. Outros passageiros foram o apresentador Luciano Huck, da Globo, que usou aviões oficiais para viajar ao interior de Minas – num dos voos, viajou acompanhado de Sandy & Júnior, para o quadro do programa Caldeirão do Huck, chamado “Quebrando a Rotina”.

Ricardo Teixeira, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, usou três vezes o helicóptero oficial e três vezes o jato para se deslocar entre Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo. O ator Milton Gonçalves, José Wilker (morto em 2014) o empresário José Bonifácio Sobrinho também viajaram na aeronave oficial. 

Segundo nota enviada pela assessoria de Aécio ao jornal, apesar de a legislação definir que duas das aeronaves se destinam aos deslocamentos do governador, elas não se limitam “ao seu uso pessoal exclusivo, compreendendo, portanto, o atendimento de demandas e necessidades do chefe do Executivo”. A assessoria diz que Aécio determinou que todos registros de voos trouxessem os nomes dos passageiros, assegurando transparência. 

Ao falar sobre a autorização do uso do helicóptero para a gravação do quadro televisivo “Quebrando a Rotina”, a assessoria admite que o Estado ofereceu apoio de infraestrutura “para uma grande ação de divulgação turística, no caso, a divulgação de um roteiro turístico, a Estrada Real”. Assim, também, justifica o transporte a Civita: “Atendeu o objetivo de divulgar o Museu de Arte Contemporânea apresentando­o a um dos maiores empresários de comunicação do país”.

Mulher de Lula teria desistido de triplex
De acordo com informações da Folha, a esposa do ex-presidente Lula, Marisa Leticia, teria desistido de ficar com um apartamento triplex na praia das Astúrias, em Guarujá (SP), construído e comercializado pela empreiteira OAS, segundo a assessoria do petista. 

O jornal informa que a ex-primeira-dama visitou o condomínio algumas vezes, já que tinha a opção de compra do imóvel, mas vai pedir por meio de seus advogados que a OAS devolva o valor que ela investiu na fase de construção do prédio.

O condomínio em Guarujá é constituído por duas torres com quatro unidades por andar e é localizado na avenida da praia das Astúrias, em Guarujá. O triplex tem área de 297 m², sala com varanda e uma piscina de 3 m x 4 m e 80 cm de profundidade.

Dilma mentiu sobre Cuba, disse Odebrecht
De acordo com informações do jornal O Globo,
presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, preso no âmbito da Operação Lava Jato, disse que a presidente Dilma Rousseff mentiu ao falar sobre o financiamento para a construção do Porto de Mariel, em Cuba. Ela teria mentido no último debate do segundo turno da campanha eleitoral, em outubro do ano passado.

PUBLICIDADE

 Dilma garantiu ao então candidato Aécio que o empréstimo para a obra teria como garantia a Odebrecht, responsável pelo projeto. “Ela (Dilma) disse que as garantias são da empresa, e não do governo de Cuba. Ela está mentindo”, disse ele numa troca de mensagens com Benedicto Barbosa da Silva Junior, um dos executivos do grupo. Odebrecht  destacou que o financiamento e as garantias são do governo de Cuba. 

Procurada pelo jornal, a Odebrecht “lamentou o vazamento de informações” e reafirmou que a troca de mensagens apenas esclareceu o tema, para que “não prevalecesse informação incorreta”.

Paulo Roberto Costa fala
 Em sua primeira entrevista após a Lava Jato, concedida para a Folha, Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, disse se sentir como ‘um leproso’. “Virei um leproso. Esse ano de prisão foi um ano de lepra. As pessoas fugiam de mim e continuam fugindo, mas isso está mudando”, afirmou na entrevista. 

Costa ainda afirmou que eu acordo de delação premiada foi essencial para que as investigações avançassem. “Sem a minha delação, a Lava Jato não teria existido”, afirma. “Fechei a delação por orientação da minha família, a coisa mais valiosa que tenho hoje”, conta. O ex-diretor ainda destacou estimar uma corrupção menor na petroleira do que o estimado atualmente. “Não acredito em desvio de R$ 6 bilhões”, afirma. “Dá uns R$ 3 bilhões no máximo. A Petrobras não pode misturar queda do preço do petróleo, aumento do dólar e desvio de dinheiro”.

PT lidera rejeição, diz Ibope 
De acordo com pesquisa Ibope divulgada no último domingo pelo jornal “O Estado de São Paulo”, o PT é a legenda mais rejeitada entre os brasileiros. 38% dos entrevistados disseram “gostar menos” do PT que as demais siglas. Em segundo lugar aparece o PSDB, com 8%, seguido do PMDB, com 6%.  

Por outro lado, 12% escolheram o PT como partido que “gosta mais”. Em segundo lugar aparecem empatados o PSDB e o PMDB, com 10%. 45% disseram não ter simpatia por nenhum partido.

O Ibope ouviu 2002 eleitores em 140 municípios de todo o país, em pesquisa realizada entre os dias 17 e 21 de outubro, com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Outra notícia ruim para o PT é que o partido também lidera entre aqueles que acreditam que o partido tem a pior imagem frente ao eleitorado. 70% acham que o PT tem imagem “desfavorável” ou muito “desfavorável”, contra 23% que acreditam ter imagem “favorável” ou “muito favorável”.  PSDB e PMDB aparecem empatados com 50% de imagem “desfavorável” e “muito desfavorável”, contra 31% do PSDB e 32% do PMDB de “favorável” e “muito favorável”.

PUBLICIDADE

É hora ou não é de comprar ações da Petrobras? Veja essa análise especial antes de decidir:

Leia também:

Você investe pelo banco? Curso gratuito mostra como até dobrar o retorno de suas aplicações