Depoimento

Advogado de Lula diz a Moro que responsabilidade sobre Instituto era de Marisa Letícia

Teixeira também afirmou que todo o envolvimento que teve no caso foi jurídico: "fora isso, não tive nada a ver“, declarou

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O advogado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Roberto Teixeira, disse nesta terça-feira (19), em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, que “não tinha influência nenhuma sobre eventual imóvel para o Instituto Lula”, deixando a responsabilidade para a ex-primeira-dama Marisa Letícia, que morreu em fevereiro.

Teixeira também afirmou que todo o envolvimento que teve no caso foi jurídico: “fora isso, não tive nada a ver”, declarou. O advogado é réu, junto com Lula, em uma ação sobre suposto favorecimento da Odebrecht ao ex-presidente na compra de um terreno para o Instituto Lula e de um apartamento em São Bernardo do Campo.

“Excelência, a única coisa que eu posso afirmar para o senhor é que, enquanto advogado, posso me responsabilizar pelos documentos que fiz. Outros documentos, outras mídias e outras informações que os senhores podem ter obtido de outra forma não sou responsável. Eu atuei apenas e tão somente enquanto advogado”, disse no depoimento.

Aprenda a investir na bolsa

Teixeira disse ainda que a ex-primeira-dama pediu ajuda para a elaboração da declaração do Imposto de Renda e afirmou que não tem nenhuma informação sobre como se dava o pagamento de aluguéis ao engenheiro Glaucos da Costamarques.

Ele afirma que o fato de os aluguéis estarem declarados no Imposto de Renda de Lula e de Costamarques indica que os valores foram efetivamente pagos. “Se constou no imposto de renda é porque existe.”