Lava Jato

Advogado de Cerveró é preso ao desembarcar no Rio

Edson Ribeiro é suspeito de ter ajudado Delcídio Amaral a tentar comprometer a delação premiada para que os nomes do senador e de André Esteves não aparecessem

SÃO PAULO – Advogado do ex-diretor da Petrobras (PETR3; PETR4), Nestor Cerveró, Edson Ribeiro foi preso nesta sexta-feira (27) no Aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro. Segundo informações do G1, ele tinha cabado de chegar de um voo de Miami. 

Enquanto Ribeiro estava nos Estados Unidos quando o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Teori Zavascki, autorizou a inclusão do seu nome lista de alerta vermelho da Interpol, que conta até com terroristas do Estado Islâmico. O advogado já tinha sido encontrado na quarta, mas não foi detido porque se esperava a decisão do STF.

Ribeiro é suspeito de ajudar o líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), a tentar comprometer a delação premiada de Cerveró. Delcídio estaria interessado em impedir que o ex-diretor citasse o seu nome ou o do presidente do BTG Pactual, André Esteves, na sua delação. 

PUBLICIDADE

Ambos foram presos nesta terça suspeitos de tentar atrapalhar as investigações no âmbito da 21ª fase da Operação Lava Jato. 

É hora ou não é de comprar ações da Petrobras? Veja essa análise especial antes de decidir: