Política e Bolsa

ADRs da Petrobras sobem mais de 4% no pré-market da NYSE após Datafolha

Papéis da petrolífera sobem forte na NYSE e indicam dia positivo na Bolsa brasileira após vantagem da presidente em relação ao candidato tucano diminuir

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após o Datafolha apontar um empate técnico no segundo turno entre Aécio Neves e Dilma Rousseff, os ADRs (American Depositary Receipts) da Petrobras (PETR3;PETR4) registram uma forte alta no pré-market da NYSE (New York Stock Exchange), a Bolsa de Nova York. Às 08h29 (horário de Brasília), o papel registrava ganhos de 4,18%, a US$ 16,70. 

Pesquisa divulgada ontem mostrou que a presidente Dilma manteve a liderança na mais recente pesquisa de intenção de voto divulgada há pouco pelo instituto Datafolha. Segundo o levantamento, a candidata à reeleição tem 36% das intenções de voto, ante 20% de Aécio e 8% de Eduardo Campos, do PSB. Na leitura anterior, publicada no início do mês, Dilma detinha 38% de apoio, enquanto Aécio e Campos apareciam com 20% e 9%, respectivamente. 

 Porém, numa eventual disputa de segundo turno, a petista teria 44% dos votos, enquanto Aécio atingiria 40% de apoio popular. Ambos estão tecnicamente empatados, já que a margem de erro do levantamento é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. Com isso, as perspectivas para a reeleição de Dilma estão diminuindo. 

Aprenda a investir na bolsa

Vale ressaltar que, há quatro meses, o que vem guiando a forte alta das ações da Petrobras está sendo guiada não por fundamentos, mas sim pelas perspectivas eleitorais. Desde que começaram a ser divulgados levantamentos apontando a perda de espaço da presidente Dilma Rousseff na corrida ao planalto, em março, o mercado de ações nacional, que medido pelo Ibovespa caía e acentuava a queda do ano anterior (-15,5%), mudou de tendência e passou a subir. Não foi só Petrobras, as demais estatais da Bolsa – Banco do Brasil (BBAS3) e Eletrobras (ELET3ELET6) -, além dos bancos privados, também ganharam, e muito neste período. Desde quando atingiu o seu fundo histórico, há quatro meses, as ações da Petrobras já subiram 60%