Adoção de energia nuclear será discutida em encontro do G-8, no Japão

Os países irão discutir formas seguras de adotar a energia e incentivar seu uso, como forma de diminuir a poluição

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os líderes dos oito países que fazem parte do G-8 irão discutir formas para expandir o uso de energia nuclear, em sua próxima reunião, que acontece entre os dias 7 e 9 de julho, no Japão.

Segundo a agência de notícias Kyodo, os líderes também deverão determinar um plano de ação para melhorar o uso de energia e promover fontes alternativas, como a nuclear e a solar.

Uso pacífico

Para incentivar o uso dessa energia, o G-8 procuraria a cooperação da Agência de Energia Atômica para que a energia seja utilizada somente para fins pacíficos.

Aprenda a investir na bolsa

O plano de incentivo iria incluir investimentos em pesquisas e no desenvolvimento de tecnologias para o meio ambiente.

A iniciativa ocorre após os constantes recordes no aumento do preço do barril de petróleo, que obriga os países a diversificarem as suas fontes de energia.

Considerando que a participação de países emergentes é essencial, o grupo também pretende incentivar a China e a Índia a participar desses esforços para diminuir as emissões de gases causadores do efeito estufa.

O G-8 é um grupo formado pelos sete países mais desenvolvidos do mundo – Japão, Estados Unidos, Alemanha, Canadá, Reino Unido, França, Itália – e a Rússia.