Sem papas na língua

Acusação é uma “excrescência” e delegados são “verdadeiros analfabetos políticos”, diz Lula sobre Zelotes

Ex-presidente acusa que PT está sofrendo um processo de criminalização

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Acusado por corrupção passiva na Operação Zelotes na última terça-feira (19), Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que a denúncia apresentada pelo MPF (Ministério Público Federal) não passa de uma “excrescência” e uma manobra política para criminalizar o PT.

“Essa da Medida Provisória é a excrescência da excrescência da excrescência”, disse o ex-presidente em evento da Fundação Perseu Abramo realizado em São Paulo nesta quinta-feira (21). Ele se tornou réu pela sétima vez em caso envolvendo uma suposta “venda” da Medida Provisória 471, em 2009, que prorrogou os incentivos fiscais para montadoras instalavas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

“Eles são verdadeiros analfabetos políticos. Não conhecem nada do que se trata de político”, disse o petista ao mencionar o trabalho dos delegados da operação comandada pela Polícia Federal. “Não é só fazer um concurso e virar o julgador do mundo. É preciso ter experiência de vida, prestar contas com a realidade”.

PUBLICIDADE

Além disso, o ex-presidente foi bastante crítico ao que chamou de processo de criminalização do PT e cobrou que seus “companheiros” lutem contra essa manobra política: “aquela história de criar um Power Point dizendo que o PT foi criado para ser uma organização criminosa e que essa organização queria ganhar o governo para roubar o Brasil é a maior desfaçatez mentirosa que alguém poderia fazer contra o partido”.