.

.

.

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff aproveitou a cerimônia em Pernambuco, para batismo do navio Henrique Dias e lançamento do navio Dragão do Mar, nesta segunda-feira (14) para criticar a campanha negativa contra a Petrobras (PETR3; PETR4). A petista disse que não ouvirá “calada” as críticas dos que, segundo ela, “não hesitam em denegrir a imagem” da petrolífera.

Falando por mais de meia hora sobre a estatal, Dilma disse que não vai transigir com qualquer procedimento ilícito na empresa, mas que também não permitirá que interesses políticos firam a imagem da empresa. “A Petrobras é maior do que qualquer um de nós”, disse, referindo-se à tentativa da oposição de instalar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a estatal.

Segundo ela, os que criticam a perda de valor da Petrobras nos últimos anos manipulam os dados e desconhecem a realidade do mercado mundial de petróleo, ao transformarem os problemas pontuais em fatos irreversíveis. 

Sem mencionar Fernando Henrique Cardoso, Dilma criticou ainda os que, segundo ela, preparam “de forma sorrateira” um processo de privatização da Petrobras.

Antes de Dilma, a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, discursou na cerimônia sobre os investimentos da empresa por meio do Promef (Programa de Modernização e Expansão da Frota) e do Prominp (Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural), ambos do governo federal.