MELHORES DA BOLSA 2020 AO VIVO Do Zero ao Topo: CEOs de Totvs, Stefanini e Locaweb discutem o papel do setor de tecnologia no mercado brasileiro

Do Zero ao Topo: CEOs de Totvs, Stefanini e Locaweb discutem o papel do setor de tecnologia no mercado brasileiro

Corrupção na Petrobras

18 presos na Operação Lava Jato estão a caminho de Curitiba; confira a lista

O avião Embraer 147 da PF saiu de Brasília à tarde, passou por São Paulo, e agora à noite chega ao Rio de Janeiro, de onde seguirá para Curitiba

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

Os 18 presos na sétima fase da Operação Lava Jato, deflagrada na manhã de hoje (14) pela Polícia Federal (PF), estão a caminho de Curitiba. A condução das investigações está sendo feita pela superintendência do Paraná. O avião Embraer 147 da PF saiu de Brasília à tarde, passou por São Paulo, e agora à noite chega ao Rio de Janeiro, de onde seguirá para Curitiba.

De acordo com a PF, o objetivo da operação é “desarticular organizações criminosas que tinham como finalidade a lavagem de dinheiro em diversos estados da Federação”. Pelo balanço divulgado no início da noite, foram cumpridos 49 mandados de busca e apreensão, sendo 29 em São Paulo, 11 no Rio de Janeiro e os demais no Recife, em Jundiaí (SP), Santos (SP), Curitiba, Belo Horizonte e no Distrito Federal.

Foram também expedidos nove mandados de condução coercitiva, seis deles cumpridos em São Paulo, no Recife, Rio de Janeiro e em Belo Horizonte. Todos foram encaminhados à delegacia, ouvidos e liberados em seguida.

Aprenda a investir na bolsa

São Paulo teve ainda quatro mandados de prisão preventiva cumpridos e seis de prisão temporária. Também foram presos temporariamente uma pessoa em Osasco (SP), uma em Santos (SP), quatro no Rio de Janeiro e uma em Salvador, cujo mandado estava previsto para ser cumprido em São Paulo. Agora à noite, mais uma pessoa se apresentou no Rio de Janeiro.

Confira a lista dos presos através da operação Lava Jato:

Prisão preventiva

Agenor Franklin Magalhães Medeiros – OAS

Erton Medeiros Fonseca – Galvão Engenharia

Gerson Mello Almada – Engevix

PUBLICIDADE

José Ricardo Nogueira Breghirolli – OAS

Prisão temporária (5 dias):

Alexandre Portela Barbosa – OAS

Carlos Alberto da Costa Silva – UTC

Carlos Eduardo Strauch Alberto – Engevix

Ednaldo Alves da Silva – UTC

Ildefonso Colares Filho – presidente da Queiroz Galvão

Jayme Alves de Oliveira Filho

PUBLICIDADE

José Aldemário Pinheiro Filho – presidente da OAS

Mateus Coutinho de Sá Oliveira – OAS

Newton Prado Junior – Engevix

Othon Zanoide de Moraes Filho – Vital Engenharia 

Otto Garrido Sparenberg – Iesa

Renato de Souza Duque – ex-diretor de Serviços da Petrobras

Ricardo Ribeiro Pessoa – presidente UTC

(Com Agência Brasil)

PUBLICIDADE