Em petrobras

XP Asset escolhe Petrobras como a próxima grande aposta

João Braga e Marcos Peixoto, que administram R$ 5 bilhões na XP Asset Management, ampliaram a posição na estatal, que agora se tornou o principal ativo do fundo XP Long Biased

petrobras br funcionário
(divulgação)

(Bloomberg) -- Um dos fundos multimercado de melhor desempenho no Brasil aumentou a aposta nas ações da Petrobras (PETR3;PETR4).

João Braga e Marcos Peixoto, que administram R$ 5 bilhões na XP Asset Management, ampliaram a posição na estatal, que agora se tornou o principal ativo do fundo XP Long Biased. A ação da petroleira teve desempenho superior ao do Ibovespa no ano, mas os gestores apostam em ganhos adicionais.

"As ações estão baratas", disse Braga em entrevista no escritório da XP em São Paulo. "A gestão da empresa é boa, ela está se desalavancando e há a venda de ativos, que será boa para a companhia.”

O aumento da posição foi feito após a polêmica em torno do reajuste do preço do diesel, que levou as ações a caírem até 8,7% no dia seguinte ao anúncio. A queda ocorreu depois que o governo decidiu suspender um reajuste anunciado anteriormente, em meio a crescentes rumores de uma nova greve dos caminhoneiros, alimentando temores de intervenção na estatal.

Poucos dias depois, a Petrobras anunciou que continuaria com o aumento, o que foi visto como um passo inicial para recuperar a confiança do mercado.

"No Brasil, sempre corremos o risco de que isso aconteça novamente", disse Peixoto. "Não dá para dizer que esta é uma posição livre de riscos."

O programa de desinvestimentos da empresa também ajudará a impulsionar os preços das ações, disse Braga. O UBS estima que a empresa poderia levantar entre US$ 15 bilhões e US$ 20 bilhões com os desinvestimentos, um processo que pode levar até 24 meses para ser concluído.

Gordura para queimar

A dupla também apoia sua tese nos múltiplos da empresa em relação aos preços do petróleo. Eles vêem a Petrobras negociando a menos de quatro vezes o valor de mercado em relação aos lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização nos níveis atuais de petróleo, em comparação a uma razão de seis vezes historicamente.

"Isso significa que mesmo que o petróleo caia, a Petrobras não precisa cair, porque tem muita gordura para queimar", disse Braga.

O fundo XP Long Biased, que superou 99% de seus pares nos últimos 5 anos, com um retorno total de 329,3%, também possui grandes participações nas ações de Qualicorp (QUAL3) e Sanepar (SAPR11).

Quer investir nos melhores fundos de investimento? Abra uma conta gratuita na XP

 

Contato