Em petrobras

Petrobras pagará R$ 7,1 bilhões aos acionistas com relação ao resultado de 2018

Nesta quinta, a companhia informou um pagamento de dividendos totalizando R$ 106,678 milhões, o que corresponde a R$ 0,019043 por ação preferencial

Petrobras 5
(Divulgação/Petrobras)

SÃO PAULO - A Petrobras (PETR3; PETR4) anunciou um pagamento total de R$ 7,1 bilhões em dividendos e JCP (juros sobre capital próprio) aos acionistas com relação ao ano de 2018. O valor equivale a R$ 0,2535 por ação ordinária e R$ 0,9225 por ação preferencial, considerando JCP , a atualização desses proventos pela taxa Selic e os dividendos.

Nesta quinta, a companhia informou um pagamento de dividendos totalizando R$ 106,678 milhões, o que corresponde a R$ 0,019043 por ação preferencial. O valor atualizado desses dividendos pela taxa Selic desde 31 de dezembro de 2018 até ontem (27) é de R$ 0,019236. O pagamento será feito em 20 de maio e as ações ficam ex-dividendos em 25 de abril na B3 e as ADRs em 29 de abril na Nyse. 

Em 20 de maio  também será paga a parcela de JCP aos acionistas detentores de ações ordinárias e preferenciais aprovada pelo Conselho de Administração em 18 de dezembro de 2018.

A distribuição ainda terá que ser aprovada na Assembleia Geral Ordinária da companhia em 25 de abril.

A divulgação do pagamento foi feita após a Petrobras anunciar seu primeiro resultado anual positivo desde 2013 ao lucrar R$ 25,8 bilhões em 2018, além de registrar resultados recordes em ebitda (que superou em 6,6% o consenso de mercado) e fluxo de caixa livre.

Entre os pontos destacados por analistas sobre o quarto trimestre, a Petrobras registrou uma geração de caixa após investimentos e pagamentos de juros de R$ 11,3 bilhões, patamar considerado positivo. A dívida líquida da estatal ficou em R$ 326,1 bilhões ao fim de 2018, uma redução de 7,6% em relação ao terceiro trimestre, enquanto a relação entre dívida líquida e o ebitda ajustado caiu para 2,33 vezes, ante o nível de 2,96 vezes no terceiro trimestre. 

Como aproveitar?

Para ter direito aos proventos, é preciso comprar os papéis e segurá-los em sua carteira de investimentos até a 'data-com', ou seja, o último dia para estar apto a receber o pagamento - no caso, dia 25 de abril. A data "ex" é o dia 26 de abril. 

Primeiro, é preciso abrir uma conta em uma corretora de valores credenciada pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários). Lembre-se que quanto menor os custos operacionais, maior será a sua rentabilidade. Hoje, corretoras como a Clear oferecem taxa ZERO para corretagem de ações

Uma vez com a conta aberta, basta transferir o dinheiro a ser investido de sua conta corrente para a conta da corretora e enviar uma ordem de compra de ações da empresa, informando a quantidade de ações que você deseja comprar.

 

Contato