XP Investimentos

Oferecido por
Conteúdo Patrocinado

XP chega ao marco de 10 mil assessores e demanda segue em alta

XP triplicou sua base de assessores em três anos; veja o que fazer caso tenha interesse na migração de carreira

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

A crescente sofisticação dos produtos de investimento disponíveis para o brasileiro vem imponto ao mercado o desafio de oferecer ao investidor um aconselhamento adequado. A demanda por pessoas capacitadas para esta função, os chamados agentes autônomos, nunca foi tão grande, assim como interesse de muitos profissionais em investirem em uma transição de carreira.

No entanto, alguns cuidados são importantes para que esta trajetória seja exitosa. Os requisitos para estes profissionais não se limitam a conhecimentos técnicos. Inclui, por exemplo, habilidades interpessoais e um bom planejamento para ultrapassar a “fase da arrebentação”, em que os ganhos são menores, proporcionais a uma carteira em formação.

“A demanda por assessores de investimento está super aquecida e alguns fatores explicam isto. O Brasil pelo longo histórico de hiperinflação, juros altos não formou estes profissionais. Nos últimos anos, o mercado se sofisticou, a Selic caiu a patamares mais baixos e vimos surgir um gap destes profissionais que só agora está sendo enfrentado”, comenta Caio Peres, head de Expansão da XP, empresa que foi pioneira na mudança no modelo de atendimento aos clientes e que segue na dianteira da formação destes profissionais.

Crescimento no número de assessores

Em dezembro de 2017, a XP tinha em sua base 2715 assessores de investimento, número que triplicou em três anos, chegando a 8.255 no final de 2020, e cresceu mais 24% em um ano, a 10.254 profissionais no final de 2021.

“A XP sempre se beneficiou da indisponibilidade dos bancos em atender os clientes. São instituições com bons produtos, gerentes capacitados, mas que não conseguem atender a demanda de seus clientes por atendimento”, explica Peres, acrescentando que nos planos da XP está fechar 2022 com 14 mil assessores.

Migração de carreira

Para apoiar a formação destes profissionais e reduzir o gap por assessores, a Universidade XP oferece mais de 120 horas aulas presenciais e de forma virtual para os assessores credenciados

Do ponto de vista formal, para atuar como agente autônomo é necessário obter uma certificação fornecida pela Associação Nacional das Corretoras de Valores (Ancord) que verifica se o candidato conhece o funcionamento de aplicações financeiras como ações, renda fixa, fundos de investimento, fundos imobiliários, derivativos, contratos futuros dentre outros.

“Tem muito profissional em transição de carreira, médicos, engenheiros, advogados, que muitas vezes já investiam no mercado e acabaram virando referência no tema entre amigos e familiares, o que é muito positivo mas desde que ele se organize para a fase inicial da nova profissão”, explica Caio Peres.

Mas é preciso dedicação. Ele acrescenta que atuar como assessor de investimento exige dedicação integral, bom inter-relacionamento com as pessoas e gostar de estudar, o que será contínuo na nova ocupação.

“Se ele estiver consciente dos desafios, tiver feito uma reserva para a fase em que precisa ultrapassar a arrebentação, ou seja, em que ganhará menos do que antes, os resultados virão.”

Remuneração de um assessor

“É uma profissão que paga bem, mas ele precisa ter em mente que isto ocorrerá no médio ou longo prazo.”

A remuneração dos assessores é uma função direta dos produtos oferecidos ao investidor. Em fundos de investimentos, por exemplo, a taxa de administração cobrada mensalmente é transferida aos escritórios e uma parte repassada ao assessor, mensalmente. Na renda variável e na renda fixa, a taxa de negociação é cobrada apenas na entrada do investidor e segue o mesmo fluxo até chegar ao assessor.

A regra é simples: quanto mais patrimônio o cliente tem aplicado melhor para o assessor. Este aumento de patrimônio se dá de três formas. Com a abertura de novas contas, graças a indicação dos clientes que o assessor já atende; por novos depósitos dos clientes que já estão na carteira ou pela valorização daquele patrimônio gerido.

“Por isto é super importante a rentabilidade do cliente porque afeta todos os aspectos, estimulando novas aberturas de conta e novos depósitos”, explica Peres.

Tendência de manutenção da demanda

Na XP, o profissional aprovado no exame da Ancord é recebido e encaminhado para alguns escritórios na busca pela melhor identificação entre as partes.

“Se houver interesse de ambos, ele passa a integrar o escritório que muitas vezes também oferece treinamento específico para seus assessores.”

Na visão de Caio Peres, a demanda por agentes autônomos tende a continuar aquecida, mesmo com a alta da Selic registrada desde o ano passado.

“Isto é algo pontual, tanto que o juro futuro já projeta queda. A Selic alta é transitória e mesmo se não fosse a sofisticação do mercado não tem volta. A demanda por assessores de investimento seguirá forte.”

Trabalhe em um escritório credenciado

Disclaimer: CONTEÚDO PATROCINADO XP INVESTIMENTOS CCTVM S.A. Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) e tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste material foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. A XP Investimentos se coloca à disposição para clientes que desejam obter informações, tirar dúvidas ou fazer reclamações por meio de seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC). O contato do SAC é o telefone 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.