XP Investimentos

OFERECIDO POR
Conteúdo Patrocinado

Primeira fusão no G20 da XP une Acqua e Vero

Nova empresa passa a ter R$ 8 bilhões sob gestão e planeja dobrar número de assessores em 2021

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
Sócios da Acqua e Vero

O ganho de musculatura para investir e assegurar um espaço de destaque no cada vez mais concorrido mundo das assessorias de investimento foi determinante na decisão que levou à união de dois dos mais importantes escritórios filiados à XP Investimentos. A fusão entre a Acqua Investimentos e a Vero, anunciada em dezembro, cria uma empresa robusta com 200 profissionais, 16 filiais, perto de 20 mil clientes e R$ 8 bilhões sob gestão*. A união é a primeira entre membros do chamado G20, o grupo formado pelos 20 mais importantes escritórios do país associados à XP.

“A ideia é oferecer serviços completos e cada vez melhores para os clientes a partir da complementaridade das operações. A Vero é muito forte em private, enquanto a Acqua atende varejo e pessoa jurídica muito bem”, comenta Eduardo Siqueira, sócio fundador da Acqua, acrescentando que as sinergias são grandes e serão exploradas.

Por enquanto, o atendimento dos clientes que já estão nas duas empresas segue como está. O sócio fundador da Vero Daniel Bonaldi destaca outro ponto importante do movimento que criou a nova empresa, que deve se chamar Acqua-Vero. “Além das sinergias complementares, a visão estratégica que temos aponta para a necessidade de um porte maior para acompanhar o crescimento na base de investidores que deixam os bancos e buscam escritórios autônomos”, comenta.

“Com dois ou três sócios não dá para tocar operações de maior volume. É preciso mais sócios e com visões complementares, o que temos agora com a fusão.” Bonaldi acrescenta que iniciativas que já estavam em curso, como a criação de um modelo digital de atendimento, devem ser aceleradas com a fusão.

Os planos da Acqua-Vero são ousados, conforme destaca o sócio Eduardo Siqueira. A meta é fechar 2021 com R$ 18 bilhões sob custódia, mais que o dobro da posição atual. “Já no primeiro ano temos planos de dobrar o número de assessores.”

Os dois sócios partilham da mesma visão sobre 2021, ano que deve ser marcado por outros movimentos de compra ou fusão de escritórios autônomos para que eles tenham porte e acompanhem as exigências do processo de migração dos clientes dos bancos.

“Nós temos condições de continuar crescendo, independente do cenário macro, da economia ou de um juro maior ou menor, porque os clientes continuarão saindo dos bancos”, diz Siqueira.

Daniel Bonaldi faz coro: “estamos criando uma empresa que nos levará a outro patamar, prontos para atender e bem os clientes fruto da migração em curso”. O executivo vê espaço para crescer em todos os segmentos, mas destaca em particular o corporate, pelo atendimento ruim que os bancos dão hoje às pequena e médias empresas. “Nós já atendemos a pessoa física, o CEO, o CFO das companhias e é natural que também passemos a atender às empesas.”

Invista com a ajuda da melhor assessoria: abra uma conta gratuita na XP

PUBLICIDADE

* Data base: dezembro 2020

Disclaimer: CONTEÚDO PATROCINADO XP INVESTIMENTOS CCTVM S.A. Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) e tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste material foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. A XP Investimentos se coloca à disposição para clientes que desejam obter informações, tirar dúvidas ou fazer reclamações por meio de seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC). O contato do SAC é o telefone 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.