XP Investimentos

OFERECIDO POR
Conteúdo Patrocinado

Conjuntura pode favorecer fundos Special Situation

Crise afeta desempenho das empresas e pode abrir oportunidades para os fundos especializados em companhias em dificuldades

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Os Fundos Alternativos já são uma categoria à parte dentro da indústria de fundos pelas características que os diferenciam de um fundo de Renda Fixa ou Ações. Ao investirem na chamada economia real – em empresas ou projetos – são ilíquidos e adequados para quem olha o longo prazo. Em contrapartida ao risco maior, fundos Alternativos como os de Private Equity, Venture Capital ou de Infraestrutura têm bom potencial de ganho. Mas há um produto, no leque dos Fundos Alternativos, com risco ainda maior e, naturalmente, ganhos que podem ser exponenciais. São os Fundos Special Situation, que focam na recuperação de empresas em dificuldade, com um certo grau de depreciação em seu valor. A associação entre juro baixo e crise econômica, que afeta o desempenho das empresas, deve favorecer o produto.

“O cenário atual, de turbulência econômica, é desafio para as empresas e muitas apresentam queda brusca de faturamento, gerando elevado estresse financeiro”, comenta Fabiano Cintra, especialista em Fundos Alternativos da XP Investimentos, acrescentando que os fundos que adotam a estratégia Special Situation estão atentos a oportunidades que surjam de empresas precisando de recursos para se reestruturarem.

“Se por um lado os fundos são uma oportunidade para estas empresas em dificuldades, de outro para o investidor podem ser boas opções para alocar parte do capital.”

Como os fundos Special Situation são de alto risco exigem uma série de cuidados por parte do investidor e só são acessíveis aos qualificados, acima de R$ 1 milhão em aplicações financeiras, ou profissionais. Como o foco são empresas em dificuldade, que podem estar em processo de recuperação judicial, o fundo fornece crédito e suporte para que a empresa se reorganize, mexendo com as estruturas de custo e de capital. Por isso, é comum que haja uma opção de participação na empresa na fase de pós-recuperação.

O que potencializa ganhos elevados é o momento em que o fundo faz o aporte e a negociação para ingresso futuro no capital. Em situação difícil, estas empresas normalmente estão com um valor de mercado baixo, com desconto alto em seu valuation. “Você arrisca seu capital e se esforça para colocar a empresa em pé e, em troca, já negocia uma participação na empresa. Dando tudo certo, o ganho de capital é enorme”, comenta Cintra, acrescentando que são investimentos para mais de seis anos, ou seja, o investidor precisa ter este fôlego para esperar o retorno.

Conheça mais sobre Special Situation na Alternative Week.

A estratégia de gestão de risco dos fundos Special Situation inclui uma diversificação nas carteiras com aportes em várias empresas, de setores e graus de complexidade diferentes. “O fundo vai fornecer capital para uma empresa problemática e não será em alguns meses ou anos que a operação ficará bem. Com a diversificação, se uma ou duas operações derem errado o impacto é menor no desempenho geral.”

O especialista da XP Investimentos lembra que a expectativa de retorno deste tipo de fundo é superior a 15% ao ano. “É um retorno de dois dígitos que justifica o risco maior dos investidores tanto de crédito quanto de liquidez.”

Invista nos melhores fundos com a ajuda da melhor assessoria: abra uma conta gratuita na XP.

PUBLICIDADE

Disclaimer: CONTEÚDO PATROCINADO XP INVESTIMENTOS CCTVM S.A. Este material foi elaborado pela XP Investimentos CCTVM S/A (“XP Investimentos” ou “XP”) e tem caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Os prazos, taxas e condições aqui contidas são meramente indicativas. As informações contidas neste material foram consideradas razoáveis na data em que ele foi divulgado e foram obtidas de fontes públicas consideradas confiáveis. A XP Investimentos não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações. Os ativos, operações, fundos e/ou instrumentos financeiros discutidos neste material podem não ser adequados para todos os investidores. Os investidores devem obter orientação financeira independente, com base em suas características pessoais, antes de tomar uma decisão de investimento. A XP Investimentos não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. A XP Investimentos se coloca à disposição para clientes que desejam obter informações, tirar dúvidas ou fazer reclamações por meio de seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC). O contato do SAC é o telefone 0800 77 20202. A Ouvidoria da XP Investimentos tem a missão de servir de canal de contato sempre que os clientes que não se sentirem satisfeitos com as soluções dadas pela empresa aos seus problemas. O contato pode ser realizado por meio do telefone: 0800 722 3710. Para maiores informações sobre produtos, tabelas de custos operacionais e política de cobrança, favor acessar o nosso site: www.xpi.com.br.