Seguro de vida

OFERECIDO POR
Conteúdo Patrocinado

Soluções em seguro também podem ser utilizadas em vida

Seguros podem trazer benefícios em situações como invalidez e doenças graves

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
Soluções em seguro

Há muitas pessoas que entendem que o seguro de vida tem como única cobertura a morte. Na verdade, este tipo de produto é apenas uma das diversas opções que o mercado oferece.

Coberturas que tem como beneficiário o próprio cliente e, portanto, são utilizadas em vida, também são boas alternativas para planejamento financeiro.

Os seguros para invalidez existem para garantir que o cliente poderá arcar com as despesas sob sua responsabilidade caso fique impossibilitado de gerar renda devido a um imprevisto causado por acidente ou doença.

PUBLICIDADE

O objetivo deste tipo de cobertura é garantir uma tranquilidade da proteção de renda.

Para os casos temporários, uma solução do mercado de seguros de vida é a cobertura de Diária de Incapacidade Temporária (DIT). “Em geral, o funcionamento deste produto é bem simples.

Em caso de afastamento temporário do trabalho, causado por acidente ou doença, o cliente recebe uma diária, observando o valor e as especificidades do plano contratado”, explica Patrícia Costa, gerente de Produtos da Mongeral Aegon

E se você fosse diagnosticado com doenças como câncer, mal de Alzheimer, AVC ou infarto agudo no miocárdio? Seria importante dispor de uma reserva para um tratamento específico sem mexer nas suas economias?

É com este objetivo que as seguradoras ofertam a cobertura de Doenças Graves.

“O seguro Doenças Graves é uma proteção completa criada para apoiar você diante da descoberta de problemas de saúde mais complexos.

PUBLICIDADE

Com ele, no caso de diagnóstico de alguma das mais de dez doenças cobertas, você recebe o valor contratado de uma única vez para auxiliar nos gastos com tratamento ou em outras despesas”, completa Patrícia.

Quer saber como proteger sua renda? Simule um seguro com cobertura em vida.

 

*escrito por mongeral aegon