Seguro de vida

OFERECIDO POR
Conteúdo Patrocinado

Planos de saúde não cobrem despesas para doenças graves

Para não ficar desemparado, consumidor deve optar por um seguro de vida para arcar com gastos de tratamentos

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
Há opções de seguro de vida que garantem proteção em casos de doenças graves.

O reajuste dos planos de saúde há um tempo se descolou dos índices de inflação, chegando até 17% de alta neste ano na categoria coletiva. São cada vez mais caros e nem assim garantem todos os procedimentos necessários para tratar determinadas doenças. A incorporação de novas coberturas pela reguladora ANS é lenta e ocorre apenas a cada dois anos. A nova atualização será no final do ano que vem, mas das 1.137 propostas recebidas pela ANS, apenas 215 foram elegíveis para análise.

Muitas demandas, como home care e o fornecimento de determinados remédios ou terapias, acabam indo parar na Justiça.

O plano de saúde é insubstituível, mas suas deficiências podem ser sanadas com a contratação de um seguro de vida, cujas coberturas vão muito além da indenização por morte.

PUBLICIDADE

Os procedimentos básicos que os planos de saúde precisam ofertar dependem do tipo de contrato. Pode ser o ambulatorial cobre consultas e exames, mas não a internação (só em ambulatório e por até 12 horas), o Hospitalar com Obstetrícia e o Hospitalar sem Obstetrícia (incluem, além da internação, uma série de procedimentos cirúrgicos, desde que sem fins estéticos). Nenhuma das modalidades cobre cuidados domiciliares, como cuidadores, ou remédios após a alta do paciente, além de deixarem de fora parte das terapias auxiliares disponíveis.

Há limites, por exemplo, para sessões com psicólogos. É neste vácuo que entram duas das coberturas oferecidas pela Mongeral Aegon em seus seguros de vida, as Diárias de Internação Hospitalar e a cobertura por Doenças Graves.

O Seguro de Vida Doenças Graves indeniza o segurado em caso de diagnóstico de diversos tipos de câncer, incluindo a leucemia, AVC e doenças cardíacas, que são bastante comuns e podem levar à incapacidade temporária ou permanente.

Os recursos pagos são de livre escolha do segurado, ou seja, podem ser usados para compra de medicamentos ou a contratação de cuidadores.

Já a cobertura por Diária de Internação Hospitalar, que também faz parte das coberturas embutidas nos seguros de vida da Mongeral Aegon, é um suporte financeiro para situações em que o segurado precisa se afastar de suas atividades. Vale tanto para internação em caso de acidente quanto de doenças. A indenização é paga para cada dia de internação com base no valor contratado e pode cobrir até 250 dias por situação discriminada no regulamento do plano.

Simule o seguro de vida com cobertura de Doenças Graves da Mongeral Aegon agora mesmo!

PUBLICIDADE