Empresas e Tecnologia

OFERECIDO POR
Conteúdo Patrocinado

Tecnologia permite gestão da TI a distância

PCs com plataforma Intel vPro permitem acesso dos técnicos mesmo quando equipamentos estão fora do firewall da empresa

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

Com boa parte das equipes das empresas trabalhando remotamente em função da pandemia do novo coronavírus, o desafio dos times de TI para gerenciar os computadores a distância e manter a segurança dos dados é maior. Um exemplo bem prático dessa nova situação: se o PC de um funcionário para de funcionar porque o sistema operacional não carrega, em uma situação “normal” de trabalho no escritório, muito provavelmente um técnico de TI iria até o PC para fazer a recuperação. Mas com os funcionários trabalhando de casa, isso se torna inviável, e muito mais caro.

“Não dá para a empresa enviar seus técnicos para arrumar os computadores nas casas dos funcionários e, por outro lado, devido à pandemia, o usuário não quer receber ninguém em sua residência por medo de se contaminar”, explica Marcio Paulino, especialista de soluções da Intel.

A partir desse exemplo bem simples dá para ter uma ideia do tamanho do desafio que é gerenciar a TI a distância.

Novas tecnologias facilitam suporte

Nesse cenário, contar com computadores com tecnologias que facilitem o trabalho a distância dos técnicos é uma solução que agiliza a vida de todo mundo – tanto dos profissionais de TI quanto das demais áreas da empresa que usam os PCs. Além de contribuir com a produtividade, esses equipamentos impactam positivamente no custo, tanto porque minimizam as chances de interrupções do trabalho como porque evitam riscos de quebras de segurança das informações.

Antes que você se pergunte se existem computadores com tal tipo de tecnologia, sim, eles existem. Em um computador com a plataforma Intel vPro, por exemplo, através das tecnologias Intel AMT (Active Management Technology) e EMA (Endpoint Management Assistant), o técnico de TI consegue administrar remotamente os PCs dos funcionários, mesmo quando eles estão fora do firewall da empresa e até mesmo quando o sistema operacional não carrega. “O técnico consegue acessar remotamente o computador e corrigir o problema em uma fração do tempo e do custo de ter que deslocar técnicos até a casa dos funcionários”, afirma Paulino.

Isso é possível porque a tecnologia Intel EMA permite à equipe de TI se conectar aos dispositivos Intel AMT por meio da nuvem, tanto dentro quanto fora do firewall corporativo.

Imagine que um funcionário sofreu um ataque de ransomware que o impede de acessar seu computador. Depois de configurar o Intel AMT com o Intel EMA, a equipe de TI é capaz de restaurar o computador remotamente por meio da nuvem, embora ele só seja acessível por uma rede conhecida e por trás de um firewall corporativo. Como o dispositivo remoto é baseado na plataforma Intel vPro, a equipe de TI pode se conectar a ele e implementar um sistema operacional atualizado.

Investimento em tecnologia retorna em produtividade e segurança

PUBLICIDADE

O retorno do investimento em equipamentos com esse tipo de tecnologia varia de empresa para empresa, mas, para se ter uma ideia, a Forrester Consulting fez uma análise para estimar o impacto econômico da plataforma Intel vPro. Em uma companhia com 600 colaboradores e cerca de 80 pequenos problemas de TI por mês, por exemplo, a economia em três anos seria superior a US$ 1 milhão (a simulação pode ser feita de acordo com as particularidades de cada empresa no link que a Forrester Consulting disponibiliza). Já o retorno sobre o investimento seria de 155%.

Nesse mesmo cenário, de uma empresa com 600 funcionários e 750 computadores com Intel vPro, a economia com segurança de TI giraria em torno de US$ 1,2 milhão e a produtividade do usuário final seria incrementada em US$ 1,3 milhão, segundo análise da Forrester Consulting. A melhoria da eficiência dos colaboradores com PCs com tecnologia adequada economizaria cerca de 28 mil horas, graças à melhor estabilidade dos computadores, menor tempo de espera na instalação de atualizações e ao necessitar suporte de gestão e segurança.

Paulino afirma que um estudo feito pela americana Concrete comparando o Intel vPro com soluções de outras marcas mostra que somente o primeiro é capaz de fazer o gerenciamento de dispositivos remotos mesmo quando os dispositivos estão desligados e usando rede Wi-Fi. “Um caso extremamente comum para as empresas com os funcionários trabalhando de casa e usando notebooks”, pontua Paulino. A tecnologia de Acesso Remoto Iniciado pelo Usuário (CIRA), que garante uma conectividade direta e segura para o gerenciamento, também é exclusividade da Intel no mercado de PCs.