Clear Corretora

OFERECIDO POR
Conteúdo Patrocinado

Conheça Pit Money: o trader irreverente que está conquistando a internet

Em entrevista, Lucas Pit comenta sua vida de trader e conta como surgiu a ideia do canal. Confira

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

O cabelo volumoso, as roupas extravagantes ou os apelidos carinhosos que utiliza para seus seguidores — como “abestaiados de plantão”, “tanajuros e tanajuras”, “caras de capiroto” e “bordas queimada”. É difícil saber o que mais chama atenção nos vídeos do paulistano Lucas Pit, divulgados em seu canal do Youtube Pit Money. Talvez os três elementos sejam peças fundamentais para explicar o sucesso de seu canal, que já acumula mais de 54.000 inscritos em 10 meses. A peça principal, no entanto, é o fato de Pit conseguir explicar o complexo mundo da renda variável em um português claro e descontraído.

Economista de formação, Pit atuou cinco anos como trader. No período, teve sucesso ao operar contratos de milho, boi e juros. O lucro líquido com essas operações ficou em R$ 500 mil no período. Além de publicar seus conteúdos em seu canal no Youtube e sua conta no Instagram, Pit é hoje um influenciador da Clear Corretora — que revolucionou o mercado ao zerar a taxa de corretagem em seus produtos. Confira abaixo a entrevista com o criador do canal Pit Money.

Qual a sua experiência como trader?

PUBLICIDADE

Eu me formei em economia em 2010. Algum tempo depois, comecei a operar no mercado futuro, investindo o dinheiro de familiares e amigos. Foram cinco anos seguidos como trader, viajando com o notebook debaixo do braço, sem férias, fazendo swing trade, me posicionado de um dia para o outro. Em março do ano passado decidi que não tinha mais estômago para isso. Eu sempre gostei muito de me relacionar com pessoas e estava passando nove horas por dia em frente a uma tela de computador.

E foi aí que surgiu o canal?

Sim. Fiz 30 anos e comecei a pensar que queria ensinar para as pessoas o que aprendi nesse tempo. A ideia do canal é justamente essa: ensinar as pessoas a investir em renda variável. Não precisa ser trader especificamente, mas eu obviamente falo do que deu certo pra mim.

Você também disponibiliza conteúdos para quem está começando, certo?

Eu também faço bastante conteúdo para quem quer começar a investir em renda variável. Falo tanto das dificuldades de trader quanto sobre investimentos de longo prazo em renda variável. Esse último tópico é um tema pouco abordado. Hoje, menos de 0,5% da população investe na bolsa de valores. É algo fácil, mas, se não tem ninguém pra explicar, parece difícil. O canal se chama Pit Money justamente porque eu mostro o que eu faço, mostro minha carteira e a porcentagem em cada ação.

Falando sobre seus investimentos. Você disse que operar contratos de milho, boi e juros foi algo que deu certo para você. Quanto você ganhou? Por que acha que esses produtos deram certo?

PUBLICIDADE

Se somarmos milho, boi e taxa de juros, o meu lucro líquido foi de meio milhão em cinco anos. Com a operação de dólar e índice [Ibovespa] eu consegui só pagar corretagem, fiquei no zero a zero. Persisti em dólar e índice, mas sempre tinha algum evento para atrapalhar. Milho e boi são produtos que seguem tendências mais longas. O dólar e o índice [Ibovespa] têm uma volatilidade muito grande. Na época em que eu operava, a taxa de corretagem era muito alta. Nesse caso, se eu ficasse me mexendo muito eu perdia com taxas de corretagem. Tive que alongar o prazo dos meus trades (em alguns eu ficava três meses posicionado, em outros, seis meses) justamente para não ficar incorrendo em taxas de corretagem. É algo que hoje não acontece mais na Clear.

A Clear zerou a taxa de corretagem em todos os produtos em setembro do ano passado. Era algo que você esperava que alguma corretora do mercado brasileiro fosse fazer? O que levou você a se juntar ao time de influenciadores da Clear?

Quando eu era trader eu gastei mais de R$ 100 mil apenas com taxa de corretagem. Sempre achei esse número absurdo. O que a Clear fez foi algo totalmente disruptivo. Não imaginava que alguma corretora fosse fazer isso. Quando vi a taxa zero, eu pensei: “quero ver, quero começar a investir pela Clear”. Além da taxa zero, achei a plataforma fácil e muito ágil. Saí da minha corretora antiga e comecei a operar na Clear. Todos os meus novos aportes foram para a corretora. O convite para ser influencer da Clear surgiu pouco tempo depois, com a ajuda do Thiago Nigro, do Primo Rico.

Quer investir sem pagar taxa de corretagem? Clique aqui e abra sua conta na Clear.