Vendas de imóveis no DF estão estáveis, mostra Pesquisa IVV – Índice de Velocidade de Vendas divulgada hoje

O índice apurado é considerado positivo pelas entidades do setor

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Publicidade

Pesquisa IVV – Índice de Velocidade de Vendas do Setor Imobiliário do Distrito Federal apresentada hoje mostra que os negócios no setor estão estáveis. O mais recente IVV dos imóveis residenciais é relativo ao mês de abril, que foi de 4,9% superando em 0,5 ponto percentual o do mesmo período de 2015. O índice apurado é considerado positivo pelas entidades do setor, já que está bem próximo do que é considerado como um ‘cenário realista” nos estudos de viabilidades de um empreendimento no mercado imobiliário (5%).

Segundo Paulo Muniz, Presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (ADEMI-DF), considerando os dados do 1º trimestre de 2016, o cenário está equilibrado. “Para os empresários da área imobiliária, o ritmo de vendas de imóveis novos de 4,9% no mês de abril está dentro da expectativa, demonstrando que o imóvel é o investimento mais seguro no atual momento econômico do país”.

A Pesquisa IVV acompanha mensalmente, desde dezembro 2014, o ritmo de vendas de imóveis novos nas várias regiões administrativas do DF, considerando lançamentos e os em oferta. A amostra é bem expressiva, abrangendo aproximadamente 50% do mercado local (formado por cerca de 60 incorporadoras). As vendas dos imóveis são informadas pelas incorporadoras participantes da pesquisa, conduzida pela ADEMI-DF e pelo SINDUSCON-DF – Sindicato da Indústria da Construção Civil do DF, com apoio do SEBRAE-DF. A empresa Opinião Consultoria é responsável pela coleta, tabulação e análise das informações, obtidas junto às empresas que aderiram voluntariamente ao projeto.

Continua depois da publicidade

DADOS DA PESQUISA

Os dados mais recentes da Pesquisa se referem a abril de 2016, quando o IVV dos imóveis residenciais foi de 4,9%, com 4.065 unidades ofertadas e 198 unidades vendidas. A pesquisa do IVV tem o objetivo de aferir os negócios de imóveis novos residenciais e comerciais no DF e se a velocidade com que são vendidos está de acordo com as expectativas. Há, portanto, um IVV para imóveis residenciais e um IVV para imóveis comerciais.

As quantidades de imóveis informadas nos gráficos a seguir se referem aos negociados pelas empresas participantes da pesquisa e não representam o total de imóveis em oferta ou negociados em todo o DF (isso em razão de a pesquisa ainda não abranger 100% das incorporadoras). Os percentuais informados podem ser projetados para representação de todo o mercado imobiliário do DF.

Valor do m²

Entre várias informações do mercado imobiliário do DF, a pesquisa aponta a variação do preço do m² dos imóveis residenciais por região em abril. No Lago Sul há o maior valor: R$ 15.391,00 (preço de oferta dos imóveis); o mais baixo foi ofertado em Santa Maria – R$ 2.915,78.

Oferta de imóveis novos

Em abril, havia 4.065 imóveis residenciais à venda pelas empresas consideradas na amostra da pesquisa, uma pequena redução em relação ao mês de março.

Vendas totais

Em abril, foram vendidas 198 unidades pelas empresas avaliadas. O número teve uma redução quando comparado com fevereiro e março de 2016.

IVV COMERCIAL

O IVV dos imóveis comerciais no mês de abril chegou a 1,3%. Foram 1.804 unidades ofertadas e 16 unidades vendidas. Os dados foram informados pelas empresas participantes.

Pesquisa útil para compradores e vendedores de imóveis

A pesquisa do IVV é útil para compradores de imóveis, para as autoridades do DF, para incorporadores de imóveis, bem como para toda a cadeia produtiva, pois sinaliza o comportamento do mercado de forma global e setorizado por região administrativa e por tipo de planta, indicando onde há demanda por novas construções e de quais tipologias. Até a iniciativa da ADEMI-DF, do SINDUSCON-DF e do SEBRAE-DF, não havia dados consolidados desse importante mercado, gerador de negócios, empregos e renda, em que se destacam as pequenas empresas.

Com a pesquisa, que pode ser acessada no site da ADEMI-DF (www.ademidf.com.br) e também no das demais entidades parceiras, os compradores terão acesso a informações úteis para planejar com mais consistência a realização do sonho da casa própria ou a compra do escritório ou loja.

Assessoria de Imprensa
ADEMI-DF – 61 3327-0050 / 8163-0666 – Profissionais do Texto – sergio@ptexto.com.br
SINDUSCON-DF – 61 3234-8310

Tópicos relacionados