Oportunidade

Veja quanto investir para dar a volta ao mundo em 5 anos

Quem não sonha em jogar tudo para o alto, arrumar as malas e ficar 365 dias rodando o mundo?

Happy tourist sightseeing city with map

SÃO PAULO – Quem não sonha em jogar tudo para o alto, arrumar as malas e ficar 365 dias rodando o mundo? Essa é uma vontade de muitos, mas, para realiza-la, é preciso de planejamento, economia e bons investimentos, afinal, não é um sonho nada barato.

De acordo com o site “Viajando Com Eles”, para fazer essa aventura é preciso de cerca de US$ 34.625,00, que, convertidos para o real no câmbio desta quarta-feira (03), representam R$ 77.753,90, mais R$ 14 mil de passagens aéreas. O total é de R$ 91.753,90.

No entanto, segundo o autor, esse valor pode variar, visto que cada um tem um estilo e gosta de fazer coisas diferentes durante a viagem. “De qualquer forma, acredito que meus gastos podem ajudar bastante quem está planejando uma volta ao mundo”, afirmou.

Para conseguir juntar esse montante, de acordo com cálculos do InfoMoney, o investidor precisa aplicar R$ 1.331,00 por mês a uma taxa de 5,5% real, ou seja, já deflacionada, por cinco anos.

A dúvida que fica é: onde encontrar uma rentabilidade de 5,5% real ao ano? A resposta está nos títulos do Tesouro Direto, que são divididos em pré-fixados e pós-fixados. Na primeira categoria existem dois títulos, as LTNs e as NTN-Fs, sendo que as LTNs pagam todo o rendimento no vencimento enquanto as NTN-Fs pagam cupons semestrais. Já entre os pós-fixados, o investidor pode encontrar as NTN-Bs, que pagam uma taxa fixa mais a variação do IPCA (com cupons semestrais), as NTN-Bs Principais, que são iguais, mas sem cupons semestrais, e as LFTs, que pagam a variação da taxa Selic no período.

No site do Tesouro Direto é possível conferir o preço, a taxa de juros e a rentabilidade no ano e em 12 meses de cada um dos títulos. Porém, vale lembrar que para garantir a rentabilidade prometida na hora da compra, é preciso segurar o título até o vencimento.