Simplicidade é tudo

Uma maneira simples para aplicar seu dinheiro e que é a preferida de investidores bilionários

Enquanto muitas pessoas pensam que investir o dinheiro é algo excessivamente complicado, com disciplina é possível lucrar com estratégia

SÃO PAULO – Investir bem o dinheiro parece ser algo excessivamente custoso e que exige uma atenção excessiva do investidor. No entanto, isso não é necessariamente verdade. Claro que alocar ativamente seus investimentos é algo importante, mas grande parte dos maiores investidores do mundo prefere outra estratégia: o “buy and hold”, ou, em português, “comprar e segurar”.

A estratégia, muito popularizada por Warren Buffett, que é o maior investidor do mundo na atualidade se refere a analisar bem uma ação, entender seu modelo de negócios e, assim, aplicar por vários anos seguidos.

“O buy and hold consiste na compra de ações de boas empresas e posicionamento de longo prazo para formação de patrimônio. Investidores que adotam essa estratégia não estão preocupados com as oscilações de curto prazo, ao contrário, costumam aproveitam os momentos de crise para aumentar suas posições. A estratégia é comprovadamente muito boa, mas demanda muita disciplina. Não é raro encontrar investidores que entraram na alta e desistiram ainda no primeiro ano”, relata Rafael Pavan, assessor de investimentos da RP Capital.

PUBLICIDADE

“Para se investir bem, seja qual for o seu perfil ou objetivo, é necessário dinamismo, conhecimento e paciência. A economia muda tão rápido quanto o vento e por isso é muito importante que o investidor esteja atendo e no controle, mas isso não quer dizer que tenha que mudar de investimento a cada mudança da economia”, explica Aderson Gegler, assessor de investimentos da Moinhos Investimentos.

“O importante é estar ciente e entender as consequências de cada mudança. O conhecimento também é importante na escolhe dos investimentos, seja ele um título de renda fixa ou uma ação. Conhecer técnicas como uma diversificação inteligente ou mesmo compra de ações buscando dividendos ou por acreditar que a empresa vá continuar crescendo e gerando lucros”, prossegue.

A estratégia, apesar de ser muito conhecida e utilizada por investidores de ações, também pode ser utilizada como estratégia de alocação de renda fixa e fundos, especialmente se a aplicação não for isenta de imposto de renda e o recurso estiver aplicado há menos de dois anos.

“Isso porque se o Investidor decide migrar, a aplicação será taxada na tabela regressiva de Imposto de Renda a uma alíquota superior a 15% sobre o rendimento. Ficar pulando de galho em ganho pode resultar em um resultado inferior ao esperado uma vez que o Investidor é tributado em fonte”, comenta Licelys Marques, planejadora financeira e assessora de investimentos da Praisce Capital.

“Para aplicações de até dois anos sugiro que o investidor opte por LCI (Letra de Crédito Imobiliário), LCA (Letra de Crédito do Agronegócio), CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários) e CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio) que são isentas de Imposto de Renda para Pessoa Física. Assim, o investidor pode resgatar a aplicação quando quiser sem ter que se preocupar com o Leão! Claro que nesses casos tem que ser observado os períodos de carência e a existência de um mercado secundário para liquidação antecipada”, continua a planejadora.

André Albo, planejador financeiro e assessor da Alta Vista Investimento ressalta, contudo, que é importante manter uma reavaliação constante do portfólio para se adequar a eventuais mudanças de cenário. O investidor não pode simplesmente esquecer seus investimentos ou estar desatento para as mudanças que acontecem ao longo do tempo, mas também não pode querer mudar de estratégia a todo momento.

PUBLICIDADE

“O mais indicado em investimentos é respeitar os 3 pontos: estratégia, disciplina e paciência. Comparo esse trabalho com a tarefa de emagrecimento. Você sabe que é fundamental comer menos e fazer exercícios (estratégia). Para isso, vai precisar de muita disciplina para executar corretamente. E só vai poder avaliar os resultados com paciência. Ou seja, você precisa definir o que quer, traçar objetivos claros e estabelecer um prazo. Com investimentos é a mesma coisa”, comenta Albo.