Caminhos alternativos

Títulos emergentes ajudam a compensar risco de ações, diz Pimco

Gestora recomenda cesta de títulos de emergentes de alta qualidade, como China, Polônia, República Tcheca, Israel, Cingapura, Coreia do Sul, Peru e Chile

Aprenda a investir na bolsa

(Bloomberg) — A dívida de países em desenvolvimento pode ser uma maneira atraente de compensar o risco das ações, já que os títulos ainda têm fôlego para um rali, de acordo com a Pacific Investment Management.

“Uma cesta de títulos de mercados emergentes pode oferecer o mesmo apelo que investidores há muito tempo buscam nos títulos do Tesouro dos EUA”, proporcionando estabilidade do portfólio quando as ações despencam, disseram o responsável de gestão de portfólio de mercados emergentes, Pramol Dhawan, e o analista de pesquisa quantitativa, Ran Duan.

Com retornos mais altos e uma correlação negativa semelhante com ações como os títulos dos EUA, a Pimco recomenda uma cesta de títulos de mercados emergentes de alta qualidade, como China, Polônia, República Tcheca, Israel, Cingapura, Coreia do Sul, Peru e Chile.

Os títulos do governo chinês de cinco anos, por exemplo, subiram 20 pontos-base e deram retorno de mais de 1% durante o abalo causado pela Covid-19 em março, enquanto os títulos do Tesouro dos EUA de cinco anos subiram mais de 95 pontos-base e geraram retorno acima de 4,5%.

Dhawan e Duan recomendam fazer hedge de riscos cambiais para preservar o valor de cobertura dos títulos.

“As incógnitas do cenário pós-Covid exigem maior atenção à construção de portfólio”, escreveram. “Os investidores podem querer avaliar caminhos alternativos para uma carteira mais eficiente e um fluxo diversificado de retornos.”

Operação Stock Pickers: série gratuita explica como você pode ingressar e construir uma carreira bem remunerada no mercado de investimentos