Radar InfoMoney Light vende fatia na Renova Energia por R$ 1; Vale produz 86,7 milhões de toneladas de minério no terceiro tri e mais destaques

Light vende fatia na Renova Energia por R$ 1; Vale produz 86,7 milhões de toneladas de minério no terceiro tri e mais destaques

Renda fixa

Título de inflação paga 4,56% ao ano nesta quarta-feira; confira taxas do Tesouro Direto

O programa opera sem interrupções nesta tarde

SÃO PAULO – As taxas de rentabilidade oferecidas pelo Tesouro Direto, programa do governo federal de compra e venda de títulos públicos, voltaram a subir na tarde desta quarta-feira (30).

O Tesouro IPCA+ com vencimento em 2024 (antiga NTN-B Principal), por exemplo, remunera o IPCA (índice que mede a inflação do país) mais 4,18% ao ano, contra 4,14% a.a. pela manhã. O investidor pode adquirir o título integralmente por R$ 2.524,97 ou aplicar uma quantia mínima de R$ 50,49 (recebendo uma rentabilidade proporcional).

Formado por uma taxa prefixada e pela variação da inflação, o Tesouro IPCA+ proporciona uma rentabilidade real, ou seja, garante o aumento do poder de compra do seu dinheiro ao longo do tempo. Dessa forma, independentemente da variação da inflação, a rentabilidade total do título será sempre superior à ela.

PUBLICIDADE

Considerado uma opção de investimento de baixo custo e segura do ponto de vista de risco de crédito (calote do emissor), o Tesouro Direto permite investimentos mínimos de R$ 30.

Além disso, os títulos possuem alta liquidez, visto que o Tesouro Nacional garante a recompra antecipada dos papéis. Caso o investidor opte por vender os papéis antes da data de vencimento, porém, o valor estará sujeito às taxas do mercado no dia, podendo gerar ganhos – ou perdas – turbinados.

O investidor pode aplicar diretamente pelo site do Tesouro, se cadastrando primeiro no portal e abrindo a conta em uma corretora para intermediar as transações. Para investir, clique aqui e abra uma conta gratuita na Rico

O analista-chefe da Rico Investimentos, Roberto Indech, esteve na InfoMoney TV na última terça-feira (29) para apresentar o balanço do Tesouro Direto de 2018. No período, os títulos públicos chegaram a render mais de 17%, como é o caso do Tesouro IPCA+ com vencimento em 2045, que valorizou 17,78% no período.

Com relação ao número de investidores, este atingiu um total de 3,11 milhões de investidores cadastrados – alta de 69,9% nos últimos 12 meses. Segundo Indech, o número de investidores ainda é tímido e o potencial de expansão do programa é “gigantesco”. “A expansão desse mercado dá suporte para o crescimento do mercado de capitais e contribui para a geração de empregos”, diz.

Confira, abaixo, os preços e as taxas dos títulos oferecidos pelo Tesouro Direto hoje:

PUBLICIDADE

Título VencimentoTaxa de Rendimento (% a.a.)Valor MínimoPreço Unitário
Indexados ao IPCA 
Tesouro IPCA+ 202415/08/20244,18R$50,49R$2.524,97
Tesouro IPCA+ 203515/05/20354,56R$30,70R$1.535,03
Tesouro IPCA+ 204515/05/20454,56R$39,36R$984,00
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 202615/08/20264,21R$36,07R$3.607,84
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 203515/05/20354,45R$37,62R$3.762,86
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 205015/08/20504,50R$40,40R$4.040,54
Prefixados 
Tesouro Prefixado 202101/01/20217,11R$35,06R$876,64
Tesouro Prefixado 202501/01/20258,85R$30,30R$606,08
Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 202901/01/20299,04R$32,08R$1.069,66
Indexados à Taxa Selic 
Tesouro Selic 202301/03/20230,01R$99,30R$9.930,10