Ao vivo Petrobras: volatilidade das ações perto da mínima dá oportunidade para ganhar com balanço

Petrobras: volatilidade das ações perto da mínima dá oportunidade para ganhar com balanço

Renda fixa

Tesouro Direto: título paga a inflação mais 3,41% ao ano nesta terça-feira

Investidores acompanham tensões comerciais entre EUA e China, enquanto aguardam no Brasil o desenho da proposta de reforma administrativa

arrow_forwardMais sobre
(Shutterstock)

SÃO PAULO – As taxas oferecidas pelos títulos públicos indexados à inflação e negociados no Tesouro Direto, programa que possibilita a compra e venda de papéis por investidores pessoas físicas por meio da internet, apresentaram alta na tarde desta terça-feira (8), diante de um aumento de aversão ao risco no exterior.

Isso porque, após informações de que os chineses estariam hesitando em incluir no acordo com os Estados Unidos temas relacionados à sua política industrial e de subsídios, o Departamento de Comércio americano colocou 28 empresas da China em uma lista negra, por supostos envolvimentos em abusos de ordem étnica contra minoria muçulmana. A notícia aumenta as preocupações de que China e EUA não consigam chegar a um acordo comercial. A reunião entre as duas potências mundiais acontece na quinta-feira (10), em Washington.

No Brasil, destaque para o atraso da votação da reforma da Previdência no Senado, e desenho da proposta de reforma administrativa, em fase de elaboração pelo governo para envio ao Congresso, que deverá tramitar após a PEC previdenciária. Ainda no radar, mercados seguem com expectativa de que governo e Congresso cheguem a um acordo em torno da cessão onerosa.

PUBLICIDADE

No Tesouro Direto, o título atrelado ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com juros semestrais e vencimento em 2035 oferecia um prêmio anual de 3,27%, ante 3,26% a.a. na abertura do dia. O investidor podia adquirir o título integralmente por R$ 4.374,31 ou aplicar uma quantia mínima de R$ 43,74 (recebendo uma rentabilidade proporcional à aplicação).

Os títulos com prazos em 2035 e 2045, por sua vez, pagavam a inflação mais uma taxa de 3,41% ao ano, ante 3,39% pela manhã.

Já o retorno do título com retorno prefixado e vencimento em 2022 recuava de 5,47% para 5,44% ao ano.

Confira, a seguir, os preços e as taxas dos títulos disponíveis no Tesouro Direto:

(Tesouro Direto)

Baixo risco, liquidez e acessibilidade

O Tesouro Direto é considerado a opção de investimento com o menor risco no Brasil e com ampla acessibilidade, dado o investimento mínimo a partir de R$ 30. Outra vantagem do programa diz respeito à liquidez, com a possibilidade de recompra diária dos títulos públicos pelo Tesouro.

O investidor pode aplicar em títulos públicos diretamente pelo site do Tesouro, se cadastrando primeiro no portal e abrindo uma conta em uma corretora, como a Rico Investimentos, por exemplo, para intermediar as transações. Atualmente, a maior parte das instituições financeiras habilitadas a operar no programa não cobra taxa de administração.

O único custo obrigatório que recai sobre o investimento em títulos públicos pelo Tesouro Direto corresponde à taxa de custódia, de 0,25% ao ano sobre o valor dos títulos, cobrada semestralmente no início dos meses de janeiro e de julho.

PUBLICIDADE

 

Saia da poupança e faça seu dinheiro render mais: abra uma conta gratuita na Rico