Trocando imóvel

Tenho um sítio que só dá despesa e vou vendê-lo; onde investir o valor da venda?

José D' Araújo Fernandes da Costa Jr, CFP, planejador financeiro certificado pelo IBCPF, responde a pergunta de leitor do InfoMoney

Pergunta
Possuo um sítio que vale R$ 1,5 milhão, mas, no momento, a propriedade só tem me gerado despesas e estou pensando em vendê-la. Gostaria de saber quais seriam as boas opções de investimentos que teria com este valor. Leve em conta que meu objetivo é liquidez mensal ou semestral, baixo risco e não perder para a inflação.

Leitor: Gabriel

Resposta de José D’ Araújo Fernandes da Costa Jr, CFP, Planejador Financeiro Certificado pelo IBCPF
Sr. Gabriel, 

PUBLICIDADE

Parabéns pela sua preocupação em rentabilizar melhor o seu patrimônio. Estou pressupondo pela sua pergunta que você gostaria de transformar o seu sítio em um ativo que lhe gere renda mensal ou semestral com baixo risco e preservação contra a inflação. Também estou pressupondo que este recurso pode ser destinado a investimentos de longo prazo. Considerando esses objetivos, seguem algumas opções:

Tesouro IPCA + com juros semestrais (NTNB), do Tesouro Direto, é considerado um título de baixo risco, devido emissor ser o Tesouro Nacional, paga juros semestrais e hoje esta remunerando algo em torno de IPCA (inflação) + 6,4% ao ano. Existem vários prazos de vencimento para este título e sugiro que você procure os prazos que melhor se adaptam às suas necessidades. Deve-se considerar o risco de marcação a mercado do título em caso de resgate antes do vencimento.

CDB, LCI e LCA são opções que acredito que devem fazer parte do seu portfólio devido a necessidade de diversificação. Geralmente as melhores taxas são encontradas nos títulos com prazos de resgate superiores a 12 meses e não geram pagamentos mensais ou semestrais. As LCIs e LCAs são isentas de imposto de renda. No CDB, LCI e LCA você fica exposto ao risco de credito da instituição financeira, porém existe a garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) até o valor de R$ 250 mil, por CPF e por instituição financeira.

O percentual de alocação em cada título deve ser avaliado em função do tempo disponível para o investimento, necessidade de liquidez e objetivos de rentabilidade, sendo necessária uma melhor avaliação antes de definir uma alocação. 

Existem outras opções indicadas somente para quem tem boa tolerância ao risco e horizonte longo de investimento que são os fundos imobiliários, debentures incentivadas e ações de dividendos.    

É importante que você diversifique as suas aplicações, revisando-as periodicamente para verificar se estão adequadas as suas necessidades e objetivos. 

PUBLICIDADE

José D’ Araújo Fernandes da Costa Jr é planejador financeiro pessoal e possui a certificação CFP® (Certified Financial Planner), concedida pelo Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF). 

As respostas refletem as opiniões do autor. O IBCPF e o Infomoney não se responsabilizam pelas informações acima ou por prejuízos de qualquer natureza em decorrência do uso destas informações.

Perguntas devem ser feitas por meio da plataforma Ganhe Mais. Cadastre-se gratuitamente e tire suas dúvidas com planejadores certificados e capacitados.