OGX Lidera

Sexta-feira 13: Veja as 13 ações do Ibovespa que mais caíram no ano

Na liderança entre as piores quedas, como já era esperado, estão os papéis da OGX (OGXP3), com queda acumulada de 91,1%

SÃO PAULO – Os investimentos em bolsa não podem depender de sorte ou azar para darem certo – o sucesso no mercado de renda variável está mais relacionado com a experiência do investidor e a análise benfeita dos papéis.

Ainda assim, em mais um ano conturbado e volátil, parece que a ‘bruxa’ anda solta no mercado brasileiro. Nesta sexta-feira 13’, um levantamento do InfoMoney mostra as 13 ações que mais recuaram este ano (até o fechamento da última quinta-feira -12).

Na liderança entre as piores quedas, como já era esperado, estão os papéis da OGX (OGXP3), com queda acumulada de 91,1%. As ações da petroleira sofrem com o alto endividamento, problemas na produção e com a falta de recursos para novos investimentos, já que Eike Batista, acionista controlador, enfrenta uma grave crise de confiança do mercado. Na última sexta-feira (6), a OGX informou que vai exercer a ‘Put’ de R$ 1 bilhão concedida por Eike no ano passado. Ele, no entanto, encaminhou documento à OGX questionando o exercício da opção.

Na esteira da queda da OGX, as ações da mineradora MMX também sofrem com a queda de confiança no grupo X e aparecem em segundo lugar entre as piores ações do ano, com desvalorização acumulada de 56,85%.

Logo em seguida estão as ações ordinárias da Oi (OIBR3), que cederam 48,79%, seguidas pelos papéis preferências da companhia (OIBR4), com baixa de 47,82%. A Gradual Investimentos, que recomenda OIBR4, afirma que a empresa está com a estrutura de capital desbalanceada, muita dívida, pouco caixa e baixo valor de mercado. No entanto, a corretora acredita que a situação deve melhorar com a adoção de novas estratégias pelo novo diretor-presidente, Zeinal Bava, que veio da Portugal Telecom.

Já a corretora Ágora/Bradesco concorda que a entrada de Bava na Oi é positiva, mas os problemas da empresa ainda preocupam. ““Nós consideramos as mudanças recém-implementadas pela nova direção como positivas, podendo tornar a Oi mais produtiva, mas os desafios e os riscos inerentes à companhia permanecem, entretanto, muito significativos”, apontou a corretora, em relatório dvulgado recentemente e assinado pelo analista José Cataldo.

Veja a baixo a lista com as 13 ações que mais desvalorizaram este ano:

Ações que mais caíram no ano
EmpresaCódigoDesempenho no ano*
*Até o dia 12/09
OGXOGXP3-91,10%
MMXMMXM3-56,85%
Oi ONOIBR3-48,79%
Oi PNOIBR4-47,82%
BrookfieldBISA3-47,37%
EletropauloELPL4-47,00%
RossiRSID3-34,07%
LLXLLXL3-33,33%
PDGPDGR3-29,91%
GafisaGFSA3-29,09%
UsiminasUSIM3-26,48%
Br MallsBRML3-25,64%
SabespSBSP3-24,61%