Papo com Gestor

Resultado com resiliência: conheça o segredo da gestora que dribla a volatilidade do mercado há 22 anos

Philipe Biolchini, diretor de investimentos da SulAmerica Asset, é o entrevistado desta semana no programa Papo com Gestor

SÃO PAULO – “É importante gerar resultado, mas é muito importante sobreviver no mercado”, resume Philipe Biolchini, diretor de investimentos da SulAmerica Asset, entrevistado desta semana no programa Papo com Gestor (confira a entrevista completa no vídeo acima). A resiliência e a descorrelação com o mercado são a principal parte das estratégias da gestora, que tem 22 anos de vida, que integra o grupo SulAmerica, com 120 anos de história no mercado financeiro brasileiro, algo que – definitivamente – não é para qualquer um. 

Seguindo esse “plano de voo” em sua gestão, a SulAmerica Asset tem 22 de experiência, R$ 39 bilhões sob gestão, e conta com produtos de baixa volatilidade, mas sem deixar que a rentabilidade do investidor seja afetada. É o que acontece com o fundo multimercado SulAmerica Endurance, existente desde 2011 e que entrega uma performance resiliente média de 120% do CDI com uma estratégia que é uma espécie de long&short de moedas. Acessível para qualquer investidor, o fundo tem aplicação inicial mínima de R$ 5 mil e taxa de administração de 1%, metade do valor médio praticado para esse tipo de produto, o que também ajuda na entrega de resultados ao cotista.

PUBLICIDADE

A asset conta com uma equipe de 14 pessoas focada em gestão e análise, que inclui macroeconomia, conjuntura e avaliação profunda da relação das condições técnicas do mercado. “Depois, colocamos tudo dentro de um processo. Independente do ambiente de mercado, o processo de investimento é o mesmo”, explica Biolchini. 

Esse processo, segundo Biolchini, é o que vem determinando os retornos consistentes do fundo, com importante redução de risco com baixo comprometimento da rentabilidade. Ou seja, o cotista consegue ver seu patrimônio aumentar sem correr riscos elevados. 

“Nossos produtos tendem a ter volatilidade mais baixa. Existe uma parcela de risco com posição direcional, mas em geral estamos procurando distorção na curva de juros, seja em função de política monetária ou em função de má colocação do Tesouro Nacional”, explica Biolchini. 

Com a turbulência esperada para o mercado brasileiro com a aproximação da eleição presidencial, Biolchini recomenda que os investidores pensem cada vez mais em incluir produtos resilientes, como o fundo Endurance, em seu portfólio. “Olhando para frente, esse ambiente de volatilidade, com alta de juros norte-americano e a incerteza política no Brasil, com eleição, é um ambiente bem propício para estratégias como a nossa, de valor relativo”, diz Biolchini, enfatizando as vantagens de um estratégia descorrelacionada.

Quer investir no fundo SulAmerica Endurance FIM? Clique aqui e abra já sua conta na XP Investimentos

Papo com Gestor é um programa de entrevistas semanais apresentado por Thiago Salomão, editor-chefe do InfoMoney. O programa é fruto de uma parceria com a XP Investimentos e trará toda semana uma entrevista com gestores que estão se destacando dentro da lista de fundos da plataforma digital da XP.