Em onde-investir / renda-fixa

Fundos de renda fixa: saiba quando vale a pena investir

Roberto Indech, analista-chefe da Rico, explica a modalidade de investimento  

SÃO PAULO – Ter uma carteira com diversos investimentos em renda fixa é a mesma coisa que investir em um fundo de renda fixa? Como saber se a taxa de administração de um fundo é excessivamente alta?

A partir de perguntas de leitores enviadas ao e-mail duvidaIMTV@infomoney.com.br, o programa Como Viver de Renda Fixa desta terça-feira (18) aborda o tema fundos de renda fixa. Você também pode enviar suas dúvidas para os próximos vídeos. 

O analista-chefe da Rico, Roberto Indech, explica que, para quem investe em corretora, costuma ser fácil identificar os fundos recomendados por especialistas. Na página inicial da Rico há uma seleção de top fundos que inclui os de renda fixa.  Abra uma conta gratuita clicando aqui

Antes de buscar os fundos, é necessário ter em mente a necessidade ou não de ter liquidez. Quem tem mais tempo para esperar, pode optar por cotas de resgate mais longas. Vale lembrar que a cota de resgate é o tempo de espera a partir do momento de solicitação de resgate. 

Em segundo lugar, vale atentar para a taxa de administração. Normalmente, fundos de renda fixa são mais atraentes quanto menores as taxas cobradas, já que esse valor é subtraído da rentabilidade para manutenção. 

Na página da corretora, o analista mostra algumas opções interessantes, como o AZ Quest Luce com rentabilidade média de aproximadamente 106% do CDI. Outros fundos podem ser conferidos no player acima. 

 

Contato