Em onde-investir / renda-fixa

Tesouro busca gestor para novo fundo de índice de renda fixa

O ID ETF se diferencia dos ETFs tradicionais de renda fixa, pois o Tesouro Nacional emitirá a cesta de títulos que irá compor a carteira

investimento gráfico
(Shutterstock)

SÃO PAULO - O Tesouro Nacional publicou nesta segunda-feira (14) o edital que detalha as regras do processo seletivo para escolha do gestor de Fundo de Índice de Renda Fixa (ExchangeTraded Fund – ETF em inglês), novo produto estruturado, desenvolvido em conjunto com o Banco Mundial, para apoiar o desenvolvimento do mercado de capitais em economias emergentes.

O novo Fundo de Índice apoiado pelo Emissor (Issuer-Driven Exchange Traded Fund Program ou ID ETF, na sigla em inglês), tem o objetivo de democratizar o acesso a produtos de poupança eficientes e aumentar a competitividade em relação a serviços financeiros.

O ID ETF se diferencia dos ETFs tradicionais de renda fixa, pois o Tesouro Nacional emitirá a cesta de títulos que irá compor a carteira dos Fundos de Índice no momento da sua criação em igual proporção àqueles que integram o índice de referência.

Concebido como uma iniciativa global, o projeto ID ETF está sendo implantado de forma pioneira no Brasil por meio de uma colaboração entre o Tesouro Nacional e o Banco Mundial, e deverá ser expandido em breve para outras economias emergentes.

No Brasil, o ID ETF assume o formato de ETF de renda fixa referenciado em índice composto exclusivamente por títulos públicos e permite inaugurar essa modalidade de ETF no mercado brasileiro ao constituir a primeira iniciativa pública de lançamento de fundo de índice de renda fixa no país.

O que é um ETF?
Os ETFs são fundos referenciados em índices de mercado com cotas negociadas em bolsas de valores e flutuação de preços diária. Alguns ETFs seguem índices que incluem commodities, moedas e títulos, e outros investem em metais preciosos como o ouro.

Eles são semelhantes a “fundos mútuos” (mutual funds) e costumam cobrar taxas de administração competitivas. Atualmente no Brasil, o mercado de ETF está limitado aos índices de renda variável.

Quer investir em renda fixa AGORA e fazer seu dinheiro render MAIS? Clique aqui e abra sua conta na XP

 

Contato