Em onde-investir / renda-fixa

"Hora de comprar imóveis é boa e ainda vai melhorar", diz especialista

Especialista ainda destaca momento positivo dos investimentos de renda fixa

aluguel - imóveis - São Paulo
(Thinkstock)

SÃO PAULO – O cenário atual não é nada bom para a economia do país. PIB negativo, inflação acima do teto da meta e cortes de gastos do governo se tornaram manchetes comuns no noticiário. Nesse cenário, chama a atenção ainda o preço dos imóveis, que vem recuando seu ritmo de crescimento e já não apresentam mais valorização real, quando é descontada a inflação.

Você tem dúvidas sobre como organizar suas finanças? Quer investir melhor? Cadastre-se gratuitamente no Ganhe Mais 

Com tudo isso, onde encontrar as melhores oportunidades de investimento? Antonio Brown sócio e assessor de investimentos da XCare Investimentos, afirma, sobre imóveis que “a hora de comprar é boa e ainda vai melhorar”.

Para o especialista, quem tem um bom capital guardado pode considerar comprar um imóvel como uma boa alternativa de investimento. “Existem várias construtoras fazendo promoções, acho essa uma escolha bem interessante”, relata o especialista.

Sobre os cuidados para investir em um imóvel, Antonio destaca escolher um bom corretor de imóveis para identificar as melhores oportunidades e também escolher construtoras sólidas, para o caso de quem for comprar o imóvel na planta. O especialista ainda alerta que esse é um investimento de médio e longo prazo. “O ideal é comprar bem no momento de baixa e fazer uma locação até uma venda mais futura”, relata.

Em relação à renda fixa, Antonio também afirma que o momento é favorável para aplicações em títulos públicos e privados. Nesse caso, as melhores opções, para o especialista, são os títulos públicos, os CDB (Certificados de Depósito Bancário) e LCI (Letras de Crédito Imobiliário).

Na hora de escolher entre eles, o especialista afirma que, para quem precisa de mais liquidez, os títulos públicos são a melhor opção, mas sempre tomando cuidado com a escolha do título. Já as LCI e os CDB são melhores para quem não precisa do dinheiro por alguns anos. Como esses títulos são garantidos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) até R$ 250 mil, a recomendação do especialista é por diversificação para investimentos acima desse teto.

A estratégia mais interessante, no momento atual, dentro da renda fixa é a de títulos prefixados, na opinião de Antonio. “A taxa prefixada pode ser bem interessante agora, caso seja necessário escolher apenas uma estratégia”, relata. Além disso, vale lembrar que a estratégia prefixada é mais arriscada para o investidor que queira sair do título antes do vencimento, uma vez que pode sofrer a marcação a mercado e, eventualmente, embolsar prejuízos.

Leia também

Quer saber se você está investindo bem? Faça uma simulação

Descubra qual é a aplicação financeira de risco baixo mais rentável

Imóvel é sempre bom negócio? Teste mostra que alugar é melhor

Seu carro facilmente lhe custa R$ 2.500 por mês. Duvida?

Qual é o melhor CDB: pré, pós ou indexado à inflação? Planilha mostra

Quanto custa realizar cada um de seus sonhos? Descubra

 

Contato