Investimentos

Receita de empresa cai 30% e analistas não recomendam venda; entenda

Corretora recomenda manutenção de papéis

Por  Leonardo Pires Uller

SÃO PAULO – A Planner Corretora divulgou relatório em que recomenda manutenção para os papéis da Randon (RAPT4), mesmo após a empresa declarar queda de 30,4% em sua receita em maio de 2015, chegando a R$ 264 milhões. Nos primeiros cinco meses do ano, a receita da empresa ficou em R$ 1,2 bilhão, resultado 29,4% abaixo do apresentado no mesmo período de 2014.

Você tem dúvidas sobre como organizar suas finanças? Quer investir melhor? Cadastre-se gratuitamente no Ganhe Mais e tenha acesso a uma rede de centenas de planejadores financeiros certificados e capacitados 

“Esta forte redução no faturamento da Randon acompanha o fraco desempenho de toda a  indústria automobilística e reflete, principalmente, a retração da economia e os aumentos  dos juros nos financiamentos do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social)”, escreve a equipe de análise da instituição financeira.

A empresa é focada na produção de implementos rodoviários, autopeças e vagões ferroviários e, de acordo com a Planner, os dois primeiros segmentos representaram 80,8% da receita da empresa no primeiro trimestre de 2015.

“O mercado de implementos rodoviários está bastante fraco. Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir), nos primeiros cinco meses de 2015 as vendas totais destes produtos no mercado interno já caíram 40,9%.   As autopeças produzidas pela Randon, além de atender as áreas de reposição e exportações,  tem como principais clientes os fabricantes de caminhões, para os quais a empresa destina 75% de suas vendas”, assinalam os analistas.

Compartilhe