#PartiuEUA

Procura de latinos por green card para investidores nos EUA sobe 900% em 6 anos

Maior parte dos investidores no EB-5, no entanto, seguem sendo os chineses

SÃO PAULO – Se mudar para os EUA de uma vez por todas para ser o desejo de cada vez mais pessoas da América Latina. O programa EB-5, que concede green cards para investidores estrangeiros no país, viu um crescimento na procura de latinos de 900% entre 2008 e 2014. De acordo com reportagem da rede de televisão NBC.

Você tem dúvidas sobre como organizar suas finanças? Quer investir melhor? Cadastre-se gratuitamente no Ganhe Mais e tenha acesso a uma rede de centenas de planejadores financeiros certificados e capacitados 

O número de latinos que fazem parte do programa subiu de 28 pessoas para 283 em 2014 dispostas a desembolsar, no mínimo US$ 500 mil para viver de vez na terra do Tio Sam. A maior parte dos investidores no EB-5, no entanto são os chineses.

PUBLICIDADE

Dentro da América Latina, a reportagem da rede de televisão estadunidense destaca que os países que lideram, atualmente, são o México e a Venezuela. Aparecem também na lista de países com mais investidores Brasil, Argentina e Chile.

Uma das vantagens do programa é que permite a oportunidade de investir nos EUA e morar em qualquer região do país, não necessariamente no empreendimento que o dinheiro foi aplicado. Além disso, os vistos são extensivos ao cônjuge e a filhos com menos de 21 anos.

O programa deve passar por mudanças ainda em 2015. Proposta dos senadores Patrick Leahy e Charles Grassley querem aumentar o valor do investimento mínimo no programa para US$ 800 mil em zonas de alto desemprego. O valor para participar do EB-5 não é revisado desde sua criação, em 1990.

Você está investindo bem seu dinheiro? Faça o teste aqui