Problemas com ordens lideram reclamações na BM&FBovespa em 2011

Foram recebidas 259 reclamações sobre ordens no ano passado, mais de um terço (38%) das 689 reclamações registradas

Por  Diego Lazzaris Borges

SÃO PAULO – Os problemas com as ordens de compra e venda de ações lideraram o ranking de reclamações da Bolsa de Valores de São Paulo em 2011.

De acordo com dados do ombudsman da BM&FBovespa, divulgados nesta sexta-feira (3), foram recebidas 259 reclamações sobre ordens no ano passado, mais de um terço (38%) das 689 reclamações registradas no período. Em 2010, as reclamações sobre esse serviço representaram um percentual menor sobre o total: 24%. As reclamações incluem execução infiel das ordens, inexecução e demora na execução.

Já as reclamações sobre dificuldades de transferência de custódia ficaram em segundo lugar, com 92 registros em 2011, equivalente a 13% do total. No ano anterior, elas haviam representado 14% do total. 

Em terceiro lugar aparece o Home Broker, com 84 reclamações (12% do total).

Segundo a BM&FBovespa, esses três itens lideram o ranking de reclamações do ombudsman nos últimos 5 anos. No geral, houve uma redução de 6,3% em relação ao volume total de reclamações recebidas em 2010 (735 reclamações).

Outras reclamações
De acordo com a Bovespa, o item Produtos e Serviços BM&FBovespa foi o quarto mais reclamado em 2011, com 22 registros no ombudsman, seguido pelo atraso no repasse de proventos (22 reclamações) e pelo sistema Mega Bolsa (5 reclamações).

Ainda houve 4 reclamações sobre indícios de fraude e uma sobre os critérios operacionais da BM&FBovespa, além de 191 reclamações sobre outros assuntos, conforme a tabela a seguir:

Reclamações ao ombudsman em 2011
DescriçãoTotal
Ordens de operações: execução infiel, inexecução, demora na execução259
Dificuldades na transferência de custódia92
Home Broker84
Produtos e serviços BM&FBovespa31
Atraso no repasse de proventos22
Mega Bolsa5
Indícios de fraude4
Critérios operacionais – BM&FBovespa1
Outros191
Total689
Fonte: BM&FBovespa
Compartilhe