Em onde-investir / previdencia

13 hábitos que vão ajudar você a aumentar sua renda

Assim como a sua saúde, o seu dinheiro também precisa ser bem cuidado todos os dias

Atleta
(Shutterstock)

SÃO PAULO – Assim como hábitos saudáveis ajudam você a manter sua saúde em ordem, comportamentos corretos com seu dinheiro podem ser benéficos para a construção do seu patrimônio.

De acordo com Elyssa Kirkham, colunista do Business Insider, você deve se perguntar se suas atitudes diárias contribuem ou não para o aumento do seu capital. Se a reposta for não, provavelmente está na hora de você mudar seus hábitos financeiros.

Para facilitar a descoberta das atitudes corretas, Kirkham juntou algumas delas, das quais o InfoMoney selecionou 13:

1- Gaste menos do que você ganha

Parece óbvio, mas você nunca será bem-sucedido em suas finanças se tiver mais dinheiro saindo da sua carteira do que entrando. Para melhorar esse hábito, busque aumentar a sua renda e controlar suas despesas para que estas estejam de acordo com as suas necessidades.

2- Pague suas dívidas primeiro

Para evitar gastar todo o seu salário em contas ou em gastos diversos, retire do valor total recebido a quantia que você pretende poupar. O recomendado é de 10 a 20% do seu salário e mais importante do que guardar antes de gastar, é fazer isso com frequência.

3- Tenha um fundo de emergência

Construir e manter um fundo de emergência pode ser útil para não contrair dívidas e permite que você tenha uma reserva com alta liquidez, ajudando a manter os objetivos financeiros mesmo com possíveis dificuldades no caminho.

Comece guardando pouco, como um mês de salário, e trabalhe para ter até um ano de renda acumulado. Juntar diversos meses de renda pode servir como uma proteção no caso de desemprego ou emergências médicas, por exemplo.

4- Faça um orçamento para despesas extras

Além de despesas básicas e contas para pagar, você também deve estar preparado para gastos que surgirão, como um cafezinho todas as manhãs ou saídas nos finais de semana. Faça uma lista das suas compras recentes, categorize cada uma e ranqueia-as de acordo com a importância delas para você. Aos três itens do topo da lista, estabeleça um orçamento. Para o restante, porém, procure alternativas para reduzir os custos o máximo possível.

5- Estabeleça objetivos financeiros

Para saber quais são seus gastos diários e o que você deve priorizar no seu planejamento financeiro, você precisa ter certeza do que realmente quer. Revise suas finanças, analise os maiores gastos e pense em como você quer as suas finanças no futuro. Busque também, determinar os passos necessários para alcançar aquele objetivo no curto e no longo prazos.

6- Reveja os seus planos regularmente

Não adianta fazer um planejamento financeiro e não ajustá-lo com o passar do tempo, até porque, seu cenário de emprego, salário e objetivos podem se alterar. É importante também, que você reveja seus projetos e analise se houve algum progresso, dificuldade etc. Acompanhe o seu desempenho e não deixe de comemorar seus ganhos, pois eles servirão como incentivo para que você continue no caminho até o final.

7- Acompanhe o seu dinheiro e suas despesas

Rastreie suas transações financeiras para descobrir o quanto foi gasto e para onde o dinheiro está indo. Dessa forma, você terá um panorama mais transparente de suas despesas e conseguirá traçar um planejamento financeiro mais certeiro.

8- Carregue na carteira só aquilo que você precisa

Partindo do princípio que você não consegue gastar um dinheiro que não está com você, considere deixar cartões de crédito e dinheiro extra em casa. Essa é uma forma de resistir à tentação de comprar aquilo que não precisa e consequentemente, de economizar no dia-a-dia. A dica é carregar somente o necessário, como um cartão de débito e dinheiro suficiente para cobrir gastos como uma refeição ou sua volta para casa.

9- Automatize seus pagamentos

A tecnologia pode ajudar você a evitar pagamentos atrasados e também, na hora de investir no futuro. Considere automatizar suas transações para manter as contas em dia, e programe transferências automáticas de sua conta corrente para a previdência, de forma a contribuir para a sua aposentadoria.

10- Invista em si mesmo

O melhor lugar para você investir seu dinheiro é em si mesmo. Desde hábitos diários como uma alimentação saudável e boas noites de sono, até grandes acontecimentos como se formar na faculdade ou mudar de profissão, o seu foco deve ser no crescimento pessoal e no alcance de seus objetivos com benefícios a longo prazo.

11- Esteja sempre aberto a novas oportunidades

Da mesma forma que economizar e controlar gastos é importante, buscar novas maneiras para ganhar mais dinheiro também é fundamental. Você pode optar por complementar sua renda com hobbies ou arranjando um segundo emprego. Caso você não tenha tempo para isso, procure maneiras de melhorar seu salário atual, seja por meio de novas habilidades a serem desenvolvidas ou conhecimentos que precisam ser aprimorados.

12- Aumente e invista o seu dinheiro

Visando incrementar a renda, muitos partem do princípio de crescer por dentro, ou seja, buscam aumentar o dinheiro já existente. Isso pode ocorrer através de aplicações com altas taxas de rentabilidade, assim como, adquirindo conhecimentos para organizar da melhor forma, a carteira de investimentos. Juros compostos são fatores de grande impacto e se você fizer com que eles trabalhem por você, podem ser fundamentais para a sua independência financeira.

13- Compare os preços

Para comprar de forma inteligente, o produto precisa valer o preço que você está pagando. Por isso, adquira o hábito de comparar os preços entre produtos, assim como, o valor que eles têm para você. Alguns especialistas aconselham comparar o valor da sua hora de trabalho com o item que você deseja comprar e também, com demais coisas que podem ser pagas com a quantia, como uma conta atrasada, por exemplo. Pesar suas opções pode servir para você comprar coisas mais essenciais e leva você a optar por itens de melhor qualidade.

 

Contato