Renda fixa

Prêmios dos títulos públicos recuam nesta quarta-feira; confira taxas do Tesouro Direto

Investidores monitoraram dados econômicos e nova vacina contra a Covid-19 ; no Brasil, foco recaiu sobre auxílio emergencial e decisão do TSE

Notas de real (Crédito: Shutterstock)

SÃO PAULO – As taxas dos títulos públicos negociados via Tesouro Direto intensificaram as quedas na tarde desta quarta-feira (1).

Contribuiu para um maior otimismo dos mercados, a informação de que uma nova vacina contra a Covid-19, desenvolvida pela BioNTech e pela Pfizer, foi capaz de produzir níveis mais altos de anticorpos em 24 voluntários saudáveis.

No Brasil, o Índice Gerente de Compras (PMI) da indústria saltou de 38,5 pontos em maio para 51,6 pontos em junho, segundo levantamento do IHS Markit. Este foi o primeiro crescimento do setor industrial desde fevereiro.

Já cenário político, a principal notícia do dia foi a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de reabrir as investigações de uma ação eleitoral que avalia abuso de poder durante as eleições de 2018.

Mercado hoje

No Tesouro Direto, o título indexado à inflação com vencimento em 2026 pagava uma taxa de 2,51% ao ano, ante 2,59% a.a. na tarde de terça-feira (30). Os papéis com prazos em 2035 e 2045, por sua vez, ofereciam um prêmio anual de 4,02%, frente aos 4,08% a.a. pagos anteriormente.

Leia também:
Tesouro direto: títulos públicos têm queda de até 15,8% no semestre; confira onde estão as oportunidades agora

Entre os papéis com retorno prefixado, o título com prazo em 2023 pagava 4,03% ao ano, ante 4,05% a.a. anteriormente, enquanto o prêmio pago pelo mesmo papel com vencimento em 2026 cedia de 6,27% para 6,19% ao ano.

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos nesta quarta-feira (1):

Fonte: Tesouro Direto

Auxílio emergencial

O governo Jair Bolsonaro confirmou na tarde de ontem a prorrogação do auxílio emergencial pago a trabalhadores sem carteira assinada, autônomos, MEIs, desempregados e beneficiários do Bolsa Família.

A ampliação do programa será feita por dois meses, mantendo os R$ 600 mensais pagos na etapa inicial. Até o momento, cerca de 64,1 milhões de pessoas tiveram o benefício aprovado.

Após esse período, o ministro Paulo Guedes indicou que o pagamento poderá ser estendido, mas dividido em quatro parcelas pagas em dois meses: 1) R$ 500 no início do primeiro mês da prorrogação; 2) R$ 100 no fim do primeiro mês; 3) R$ 300 no início do segundo mês; e 4) R$ 300 ao final do segundo mês.

Cena externa

Pela manhã, pesou negativamente sobre os mercados as falas do diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA, Anthony Fauci, de que os Estados Unidos podem chegar a 100 mil casos diários em pouco tempo.

No país, já são mais de 2,7 milhões de casos confirmados de Covid-19, com um número superior a 128,8 mil mortes.

Entre os indicadores, os EUA criaram 2,4 milhões de vagas de trabalho em junho no setor privado, de acordo com o Relatório de Emprego ADP, divulgado nesta manhã. O dado veio abaixo da expectativa mediana dos economistas consultados pela Bloomberg, que apontava para a geração de 2,9 milhões de postos de trabalho no período.

Já na Europa, foram divulgados os dados sobre desemprego na Alemanha, mostrando que 69 mil pessoas perderam o emprego em junho. Apesar de alto, o número veio bem melhor que as previsões, que indicavam a perda de 120 mil vagas.

Invista a partir de R$ 100 no Tesouro Direto com taxa ZERO: abra uma conta gratuita na Rico